Agora1

Família adota cadelinha que foi espancada em Ponta Grossa

12 de novembro de 2019 - 12:02
Imagem divulgação CRAR

A cadela de raça indefinida que foi vítima de maus-tratos em uma residência no bairro San Martin, região de Uvaranas em Ponta Grossa, foi adotada por uma família que ficou sensibilizada ao ver o vídeo das agressões.

“Biju” como é chamada foi levada pela Guarda Municipal ao Centro de Referência para Animal de Riscos (CRAR), onde ficou aos cuidados da equipe medica veterinária por mais de uma semana, onde recebeu o tratamento.

Segundo a medica veterinária Dra. Julia Kivel, o animal não tinha lesões pelo corpo, porém estava bastante debilitada.

“Quando ela chegou aqui, tivemos que cortar os pelos dela que estavam com bastante ”nós” e passou por avaliações diárias. Ela estava com diarreia, vomitava muito e também apática. Eu também não tive coragem de ver o vídeo, ela é muito dócil e carinhosa”, disse a medica.

O animal foi adotado por uma família que passou por avaliação, para saber se o cão seria bem cuidado.

“A família que adotou a “Biju” ficou sensibilizada, aliás outras pessoas também, porque o vídeo das agressões viralizou nas redes sociais”, completa Dra. Julia.

Mulher é filmada enforcando cachorro em bairro de Ponta Grossa

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.