Agora1

21º

Ponta Grossa recebe homenagem pelo trabalho de inclusão escolar

9 de outubro de 2017 - 18:12
Rodrigo K. Silva/ Fotos: Vando Padilha

Secretária de Educação, Esméria Saveli, foi a personalidade homenageada no 1º Congresso Brasileiro de Neuropsicopedagogia; trabalho de professoras ficou em 1º lugar entre casos apresentados

A Secretária Municipal de Educação, Esméria Saveli, foi homenageada pelo trabalho realizado com a Educação Especial em Ponta Grossa, durante o 1º Congresso Brasileiro de Neuropsicopedagogia, realizado em Joinvile, de 05 a 07 de outubro. Além do reconhecimento em virtude do ‘conjunto da obra’, a cidade também levou o primeiro lugar entre 40 trabalhos apresentados sobre o atendimento especializado para crianças com algum tipo de deficiência.

A Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia, organizadora do evento, considerou Ponta Grossa uma cidade modelo em inclusão, devido ao número expressivo de professoras com formação na área e também pelo grande volume de salas de recursos disponíveis – são mais de 300 professoras com a formação e 44 salas com recursos para atendimento especializado aos estudantes.

Para a secretária Esméria, o prêmio foi possível porque as professoras de Ponta Grossa realizam “além do convencional”. “Nós consideramos que as crianças que precisam de atendimento especial, também possuem direitos especiais. Por isso elas dispõem de professores especializados para dar suporte a estas necessidades de aprendizagem. Além disso, nossa equipe de professores acredita na capacidade da criança, descobrindo a sua singularidade e trabalhando todo o seu potencial”, conta.

Trabalho em 1º lugar

Além da homenagem à secretária, as professoras Andreza Fornazzari da Silveira, Elenice Maria da Silva Ribas, Elizabete Stremel e Joceléia Ferreira de Albuquerque ficaram em primeiro lugar pelo trabalho “Os efeitos da intervenção neuropsicopedagógica escolar para o desenvolvimento de estratégias de aprendizagem em escolares da cidade de Ponta Grossa”. Elas receberam o “Prêmio Rita Russo” pelo caso de sucesso apresentado.

“Neste trabalho foi apresentado o resultado de uma pesquisa em que os professores aplicaram diversos testes junto aos alunos, trazendo a melhoria na aprendizagem das crianças. Ele mostrou que quando se acredita que a criança pode ser transformada, recebendo-a com carinho, trabalhando com amor e investindo em sua aprendizagem, ela apresenta avanços incríveis”, considera a professora Elizabeth Alves, coordenadora do Centro Municipal de Atendimento Especializado (CMAE).

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.