Agora1

Prolar inicia processos para regularização de 6 mil famílias em Ponta Grossa

3 de outubro de 2018 - 06:53
Divulgação

por Josué Teixeira

Em ação no Jardim Esplanada, 120 famílias realizaram a entrega de documentos para a abertura do processo de regularização fundiária junto ao município.  Expectativa é de que cerca de 6 mil famílias sejam atendidas pelo ‘Programa Minha Casa Legal’ até 2020.

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) iniciou o processo de recebimento da documentação das famílias assistidas pelo  “Programa Minha Casa Legal” no município, iniciativa que deve beneficiar cerca de 6 mil famílias até 2020. A primeira ação, promovida sábado (29), no Jardim Esplanada, teve como objetivo agilizar o processo de regularização fundiária e esclarecer dúvidas das mais de 120 famílias residentes no bairro que podem ter seus terrenos e imóveis legalizados nos próximos meses.

Presente durante o evento, o Prefeito licenciado Marcelo Rangel destacou a importância do Programa para Ponta Grossa.

“Esse é um dos programas mais importantes de toda a nossa gestão. Estou muito grato à Prefeitura, à Prolar e às nossas equipes, pois nós lutamos muito para podermos chegar nesse momento, onde podemos trazer segurança para essas famílias que não tem nenhum tipo de documento das suas residências, dos seus lotes. Nós precisávamos romper isso, quebrar paradigmas, e a Prolar fez esse trabalho”, aponta Rangel.

De acordo com o presidente da Prolar, Dino Schrutt, o programa Minha Casa Legal traz um avanço sem precedentes para a área de habitação em Ponta Grossa.

“O que o município está proporcionando a essas famílias é a possibilidade de receberem uma documentação definitiva do imóvel de forma célere, utilizando uma legislação nova, na qual o município se enquadrou criando um novo plano de regularização fundiária para a cidade Tudo isso é fruto de um trabalho intenso da Prolar e, é importante ressaltar, que seguirá sendo desenvolvido pelos próximos anos.

Nossa expectativa é de que 6 mil famílias sejam beneficiadas em diversos bairros da cidade até 2020, transformando o Minha Casa Legal na maior iniciativa de regularização fundiária da história de Ponta Grossa”, afirma Schrutt.”
Entre os cidadãos que participaram da reunião, Antônio Santos, morador da região há 10 anos, foi o primeiro a realizar a entrega da documentação para o início do requerimento junto a Prolar.

Segundo ele, a regularização do terreno em que vive é, também, uma ação de cidadania. “A gente já esperava há muito tempo por essa organização e encaminhamento da documentação para legitimar a propriedade e, como cidadão, ter todos os documentos legalizados.

Estou muito feliz porque, anteriormente, nós tínhamos bastante dificuldade para encaminhar a documentação e hoje se abriram essas portas para que possamos dar o primeiro passo”, conclui.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.