Agora1

Programa “Feira Verde” trocou 3.260 toneladas de material reciclável por alimentos e passagem de ônibus em 2019

28 de janeiro de 2020 - 06:42
Divulgação

Por Gustavo Ban

Resultado referente aos atendimentos, trocas e material recolhido é 12% maior que no mesmo período de 2018

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), divulgou nesta segunda-feira (27), o balanço do Feira Verde em 2019. No programa, quatro quilos de materiais recicláveis trocados garantem um quilo de alimentos do hortifrúti, produzido por pequenos produtores, ou uma passagem de ônibus do transporte coletivo municipal. Criado em 2007, o projeto atua no incentivo à destinação correta de reutilizáveis, produção de alimentos na agricultura familiar e o consumo de produtos saudáveis.

De fevereiro a dezembro, o Feira Verde realizou 88.939 atendimentos, nos 177 pontos de troca distribuídos pelo município, valor 12,4% maior que em 2018. Através das trocas, o projeto arrecadou 3.260 toneladas de material reciclável, total 11,9% maior que no mesmo período do ano passado, e que foram trocados por mais de 803 mil quilos de alimentos do hortifrútis. Todo material reciclado deixou de ser enviado ao aterro sanitário e foi destinado às quatro associações que participam do programa e que promovem a finalidade correta.

“É um crescimento contínuo, onde a cada ano que passa, mais pessoas e regiões são atendidas, ajudando a Prefeitura, que economiza com a coleta e destinação dos materiais recicláveis, as associações de coletores, que transformam os reutilizáveis em renda a partir da reciclagem, a agricultura familiar, que passa a ter novas possibilidades e a população que recebe os benefícios do programa”, explicou o diretor do Feira Verde, Izidorio Campos.

Além de trocar material reciclável por frutas, verduras e legumes do hortifrúti, os participantes do Feira Verde têm a opção de receber passagem de ônibus do transporte coletivo. Em 2019, foram 37.200 passagens trocadas, incluindo as do projeto ‘Pneu Velho Ainda Roda’, ação complementar do programa Feira Verde onde cada unidade de pneu dá direito a um bilhete eletrônico no valor vigente da passagem do transporte coletivo urbano de Ponta Grossa. No período, o programa recolheu 7.123 pneus.

De acordo com o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Bruno Costa, a população se conscientizou que os alimentos ricos em vitaminas melhora a qualidade de vida, diminuindo o risco de contrair doenças. “Nossa saúde depende muito do que comemos, e vejo que o programa Feira Verde auxilia nisto. Além disso, trabalhamos com a conscientização ambiental nas crianças pelas escolas da cidade, que levam até seus pais à importância da reciclagem. Nossas crianças desempenham papel fundamental para o crescimento do programa”, explicou.

Em 2020, a previsão de início do Feira Verde é a partir do segundo semestre de fevereiro. O calendário com os pontos de troca e horários será divulgado nos próximos dias.

Feira Verde na Escola

Somente em 2019, o complemento Feira Verde na Escola foi realizada em 21 instituições de ensino públicas e particulares, onde mais de cinco mil crianças foram conscientizadas sobre a importância da destinação correta dos materiais reutilizáveis. A ação, que é realizada desde 2014, consiste em uma palestra teórica e uma atividade prática, onde as crianças realizam a troca dos materiais junto ao caminhão utilizado pelo programa. A intenção é que os alunos se tornem participativos no processo de reciclagem e replicadores do conhecimento adquirido.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.