Agora1

Prefeitura inicia atividades do projeto de hortas comunitárias no Costa Rica

11 de Março de 2018 - 14:32
Imagem divulgação

Iniciativa busca promover a produção de alimentos orgânicos em faixas de segurança, promovendo a disseminação de conhecimentos sobre os cuidados necessários nas linhas de altas tensão, além de oferecer alternativas de geração de renda e aproximar a comunidade

 A Prefeitura de Ponta Grossa iniciou, na manhã de hoje (10), as atividades  do projeto Cultivar Energia no conjunto habitacional Costa Rica, em Uvaranas. A iniciativa, desenvolvida pela Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) e pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), em parceria com a Copel e Sanepar, tem como objetivo incentivar a produção  e o uso de alimentos orgânicos através da criação de hortas comunitárias sob áreas ocupadas por torres de energia de alta tensão da Copel.

Durante o início dos trabalhos, o prefeito Marcelo Rangel participou do plantio das primeiras mudas. Segundo ele, a expectativa de que a medida tenha um grande impacto positivo junto aos moradores da região. “Fico muito feliz em estar aqui hoje porque esse projeto inédito trará um imenso impacto positivo para todos, mobilizando a cidade para discutir e aplicar a educação ambiental, alimentar e o trabalho e sentimento de comunidade”, declara.

Inicialmente, cerca de 80 famílias cadastradas pela Prolar e Smapa participarão do projeto, que prevê assistência técnica para o desenvolvimento de culturas de alface, couve, rúcula, bananas,  beterraba, etc. “Nossa parcela  é fornecer todo o apoio técnico  para que a comunidade possa fazer com que esse projeto cresça. Aqui estão sendo distribuídas, hoje, cerca de 800 mudas de plantas, que tenho certeza de que as famílias irão cuidar com todo o empenho e farão com que essa iniciativa se consolide,  beneficiando a todos”, aponta o secretário da Smapa, Ivonei Afonso Vieira.

Além dos aspectos voltados ao fortalecimento da comunidade e a boa alimentação, o presidente da Prolar, Dino Schrutt, também acenou para a possibilidade de o excedente ser comercializado em feiras, através de parceria com a Smapa, assim como o projeto ser estendido para outras regiões do município. “Hoje nós estamos trazendo, junto com a Smapa, conhecimento e a possibilidade de mais uma oportunidade de renda para as famílias do Costa Rica. Esse projeto cresceu a partir do nosso programa premiado ‘Horta em Casa’ e mobilizou diversas secretarias do município, incluindo a Secretaria de Serviços Públicos (SMSP) e de Meio Ambiente (SMMA), que nos apoiaram na limpeza dos terrenos. Acreditamos que, com sucesso dessas hortas, ele poderá ser estendido a diversas outras regiões da nossa cidade”.

Para a moradora do Costa Rica, Maria Vitória da Luz, o Cultivar Energia, trará benefícios não só para ela, mas diversas pessoas envolvidas no processo.  “É muito bom poder participar disso. Acredito que o projeto vai ocupar todo mundo e integrar a comunidade,”finaliza.

O projeto

Lançado pela Prefeitura de Ponta Grossa em novembro de 2017, o projeto Cultivar Energia é desenvolvido pela Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), em parceria com a Copel, que fornece a área para plantio, e a Sanepar, que auxilia na captação e utilização de água para a lavoura. A iniciativa busca  promover a produção de alimentos orgânicos em faixas de segurança, promovendo a disseminação de conhecimentos sobre os cuidados necessários nas linhas de altas tensão, além de oferecer alternativas de geração de renda e aproximar a comunidade.  Todas as famílias cadastradas pela Prolar tem acesso a uma faixa de aproximadamente 15 m², que serão cultivados com o auxílio técnico da Smapa.

Costa Rica

Entregue pelo município em 2015, o Costa Rica recebeu, à época, investimentos de mais de 75 milhões de reais, viabilizado através do Programa Minha Casa, Minha Vida / Caixa, em parceria com o município. Atualmente, o residencial conta com 1127 famílias. Ele integra  um montante de  mais de 15 conjuntos habitacionais criados desde 2013 pela Prefeitura de Ponta Grossa e que possibilitaram  mais de 7500 oportunidades de moradia às famílias atendidas pela Prolar.

Melhoria na infraestrutura da região

Ainda durante o lançamento do projeto Cultivar Energia para a comunidade do Costa Rica, o prefeito Marcelo Rangel anunciou obras que ampliarão os serviços oferecidos pelo município na região. Segundo Rangel, a Prefeitura trabalha no processo para viabilizar a construção de uma nova escola municipal e um Cmei no Costa Rica, assim uma unidade básica de saúde no conjunto habitacional Panamá.

Autoridades

Participaram do lançamento o prefeito Marcelo Rangel, o presidente da Prolar, Dino Schrutt, junto com os  secretários Maurício Silva (Governo) e Ivonei Afonso Vieira (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a presidente da Agência de Fomento Econômico de Ponta Grossa (Afepon), Danielle Schlumberger. Também estiveram presentes os vereadores Rudolf “Polaco” Christensen o presidente da Sociedade Rural dos Campos Gerais, Edilson Gorte, além do Gerente da Sanepar, Márcio Luiz de Souza, a presidente da associação de moradores do Costa Rica Valéria Francine Pereira e convidados.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.