Agora1

25º

Rangel entrega 41 casas do “Papel Legal” para comunidade

14 de dezembro de 2017 - 11:20
Imagem divulgação

Programa atua com regularização de imóveis e já beneficiou quase 900 pessoas desde que foi iniciado em Ponta Grossa

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através do Departamento de Patrimônio, realizou hoje a entrega simbólica de 41 casas regularizadas pelo Programa Papel Legal. A solenidade simbólica contemplou a entrega de casas em nove diferentes loteamentos e residenciais do município, beneficiando mais de 200 pessoas ao total.

As 41 casas foram construídas com recursos próprios do Programa Papel Legal, garantindo moradia própria e segura para famílias que viviam em áreas irregulares ou de risco. O Departamento de Patrimônio integra a estrutura da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos.

“É difícil encontrar palavras para expressar a alegria da gente em ter agora a casa própria. Só posso agradecer a Deus por ter colocado em nosso caminho pessoas preocupadas com a nossa situação. Passar o natal e o ano novo na casa própria é o melhor presente que poderíamos ganhar nesse final de ano”, comemorou a moradora Luciane Aparecida, beneficiada com uma moradia no Parque dos Sabiás, onde foi realizada a entrega simbólica das residências.

Conforme destacou a chefe de regularização de imóveis públicos urbanizados, do Departamento de Patrimônio, Olinda Vera Cruz dos Santos, é importante que as famílias beneficiadas sigam cumprindo os critérios para manutenção do imóvel.

“É uma alegria muito grande realizar a entrega das casas para mais 41 famílias, que a partir de agora não precisarão mais dividir os valores de outras despesas também com um aluguel. Quem morava em área de risco, não precisa mais se preocupar com a chuva e quem morava em casa emprestada, agora já tem para onde ir. Este é um benefício muito importante para estas famílias, que não podem vender, ceder ou alugar esta casa, para garantir essa conquista”, lembrou ela.

Além das famílias beneficiadas, o prefeito Marcelo Rangel também parabenizou a equipe do Programa Papel Legal, que nos últimos anos garantiu a regularização fundiária para quase 900 pessoas. “A equipe do programa vem trabalhando constantemente e com essa entrega vai garantir uma vida nova para mais de 200 pessoas.

A gestão está preocupada em garantir qualidade de vida para a população, com moradia digna e estrutura de saúde e educação. É com esta estrutura que esperamos que saiam daqui os novos profissionais da cidade, médicos, advogados e quem sabe políticos, os novos vereadores e prefeitos. São as nossas crianças que irão fazer a nova política do Brasil”, comentou o prefeito.

Entre as autoridades, esteve presente também o secretário municipal de Governo, que reiterou a preocupação da administração pública com a área habitacional. “Além da entrega de unidades habitacionais através da Prolar, o Programa Papel Legal também vem realizando um importante trabalho no Município, melhorando a vida das pessoas que viviam em condições muito precárias.

Este trabalho é resultado da iniciativa dessa equipe e também do empenho do prefeito e deputados estaduais e federais que vêm trabalhando em prol de Ponta Grossa”, destacou o secretário.

As casas possuem estrutura de madeira, com banheiro em alvenaria, com três peças, totalizando 28 metros quadrados. As novas moradias das famílias beneficiadas já contam com estrutura de saneamento básico, contemplando canalização de água, esgoto e também fiação elétrica.

A entrega das casas foi realizada em parceria com a Prolar, com imóveis construídos nos loteamentos Parque das Andorinhas, Aroeiras, Jardim Cachoeira, Jardim Esperança, Jardim Manacás, Jardim Estrela do Norte, Jardim Gralha Azul, Jardim Ouro Verde e Parque dos Sabiás.

A entrega simbólica aconteceu no Parque dos Sabiás, com a assinatura dos contratos pelo prefeito Marcelo Rangel e os proprietários dos imóveis construídos. Estiveram presentes na solenidade toda a equipe do Programa Papel Legal, a chefe de regularização de imóveis públicos urbanizados, do Departamento de Patrimônio, Olinda Vera Cruz dos Santos, e o diretor do Departamento de Patrimônio, João Ney Marçal Neto.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.