Agora1

Creas II e Pop recebem novas estruturas de trabalho

8 de dezembro de 2018 - 11:24
Divulgação

por Rafisa Ramos

Os locais iniciaram as atividades nesta sexta-feira (7) no Jardim Carvalho e Centro 

A Prefeitura Municipal, através da Fundação de Assistência Social de Ponta Grossa (Faspg), está realizando uma série de melhorias nas estruturas de atendimento das pessoas que utilizam os serviços dos Centros de Referência de Assistência Social Especializada (Creas) e nos Centros de Referências de Assistência Social (Cras). Na manhã de hoje (7), o prefeito Marcelo Rangel, juntamente com a presidente da Fapg, Simone Kaminski, inaugurou dois novos espaços. Os locais iniciaram os atendimentos imediatamente.

“Estamos realizando uma reestruturação dos serviços, adquirindo veículos, unidades móveis, reforma, ampliando e melhorando os atendimentos que já são realizando em Ponta Grossa. Ter uma estrutura maior e melhor é garantir que a população que utiliza o serviço tenha sempre qualidade técnica e física a sua disposição”, destaca Rangel. “Estamos extremamente felizes e satisfeitos com os novos locais de atendimento, toda minha equipe está motivada e envolvida para disponibilizar o que temos de melhor aos ponta-grossenses”, completa Simone.

A população que se encontra em situação de rua pode procurar a equipe técnica próximo a rodoviária, rua Tobias Monteiro, 74 – Centro. “O atendimento é sempre visando atender a demanda das necessidades mediatas, como alimentação, que é oferecido o café da manhã e o lanche da tarde, e distribuído os tíquetes de almoço, pois os usuários almoçam no Restaurante Popular, mas também demanda quanto a higiene, são distribuídos kits de higiene pessoal, para uso aqui no serviço, por exemplo”, explica a diretora do departamento de Proteção Social Especial, Thais Verillo.

No Centro Pop os usuários têm acesso a espaços de guarda de pertences e provisão de documentação civil. “Oferecemos atendimento e acompanhamento técnico para análise das demandas dos usuários, através de entrevista de escuta qualificada e orientação individual e em grupo. Articulamos e encaminhamos a outros serviços socioassistenciais e demais políticas públicas, com vistas a garantia de direitos da população em situação de rua”, completa a diretora. Hoje, são realizados cerca de 150 atendimentos por dia no local.

Já o Creas II passou a atender no Jardim Carvalho, rua Desembargador Joaquim Ferreira Guimarães, 21. Lá são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados, como por exemplo, famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, com violação de direitos, como: violência física, psicológica e negligência, violência sexual, afastamento do convívio familiar devido à aplicação de medida de proteção, situação de rua, abandono, trabalho infantil, discriminação por orientação sexual e/ou raça/etnia, descumprimento de condicionalidades do Programa Bolsa Família em decorrência de violação de direitos, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade por adolescentes, entre outras.

A unidade deve, obrigatoriamente, oferecer o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), podendo ofertar outros serviços, como Abordagem Social e Serviço para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas famílias. É unidade de oferta ainda do serviço de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto. “Além de orientar e encaminhar os cidadãos para os serviços da assistência social ou demais serviços públicos existentes no município, no Creas também se oferece informações, orientação jurídica, apoio à família, apoio no acesso à documentação pessoal e estimula a mobilização comunitária”, esclarece Thais. A média de atendimento diário no Creas II, gira em torno de 15 pessoas.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.