Agora1

UEPG lamenta falecimento de Mariléia Pimentel

26 de abril de 2021 - 19:05
Por Jéssica Natal – Fotos: Arquivo UEPG

É com pesar que Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) comunica o falecimento de Mariléia Pimentel. A servidora atuava como analista de informática no Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI). Natural de Itabera, São Paulo, Mariléia faleceu em sua residência neste domingo (25). O corpo será cremado e sepultado na tarde de hoje (26), em Ponta Grossa, às 14h30, no Crematório Campos Gerais. Mariléia tinha 54 anos e não deixa filhos.

Mariléia, na segunda fileira, no canto esquerdo.

A história da UEPG é feita por pessoas. Gente diversa e talentosa. Uma dessas foi Mariléia. Das mais de cinco décadas da instituição, a servidora contribuiu por 32 anos para UEPG. Sua vida era rodeada por colegas de trabalho, que se tornaram seus amigos, desde o ano de ingresso na Universidade, em janeiro de 1988. “Mariléia sempre foi intensa e marcante. Não tinha quem não a conhecesse, pois quando falava, chamava atenção por sua firmeza, clareza de raciocínio e principalmente a alegria, que transbordava em uma gargalhada contagiante. Tratava todos como iguais. Sempre pronta para ajudar, dentro e fora do trabalho. Profissionalmente muito dedicada, perfeccionista e responsável, todos confiavam no seu trabalho e se aconselhavam com ela sobre a melhor direção a tomar. Sua partida é uma perda muito grande à sua família, amigos e comunidade universitária”, declaram, em depoimento conjunto, os colegas de trabalho Andréa Marra Schade e Vladimir de Souza.

A profissional Mariléia passou por diversos setores ao longo das três décadas. Além de atuar no antigo Centro de Processamento de Dados da Universidade (CPD/UEPG), nos anos de 94 a 96, ela também foi cedida para atuar na Cooperativa Central de Carambeí. As histórias no CPD são inúmeras. “Sem palavras. Uma pessoa que muito me ensinou, uma vida compartilhada e vivida durante 27 anos no CPD, hoje NTI da UEPG. Descanse em paz minha amiga”, declarou Christiani Borsato Ramos. Quem já saiu da Universidade também guarda boas lembranças de Mariléia.  “Aí está uma pessoa legal pra caramba. O período que fiz estágio no CPD/UEPG foi um dos mais divertidos da minha vida profissional e em grande parte pela alegria contagiante da Mariléia. Tudo que aprendi com ela e com os demais integrantes da equipe, naquela época, fez diferença na minha vida e influenciou minhas escolhas. Descanse em paz”, conta o ex-estagiário da Universidade, Osvaldo Reis Junior.

Amiga de Mariléia há 36 anos, Valdinei Porfirio da Silva também sente pela partida da servidora. “Foram 19 anos de convivência profissional. Uma pessoa de personalidade forte, inteligente e bem humorada. Às vezes explosiva, mas de um coração imenso e de um sorriso largo e intenso. Já sinto saudades há alguns anos, pois sai da UEPG e agora a saudade será eterna. Descanse em paz, minha amiga, e que seja recebida com todo amor que você merece na paz de Deus”.

A UEPG presta condolências aos familiares e amigos pelo ocorrido.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.