Agora1

Saúde confirma mortes de macacos por febre amarela em Ponta Grossa

18 de dezembro de 2019 - 19:47
Divulgação/ND/ Arquivo

Ao todo foram oito novos casos, quatro destes ainda estão em análise, sendo três de Guaragi e um de Itaiacoca.

Na manhã desta quarta-feira (18) a Fundação Municipal de Saúde (FMS) recebeu o resultado positivo para febre amarela de alguns primatas que estavam em análise. Com os novos casos, Ponta Grossa soma o quinto animal, identificado tecnicamente como Primata Não Humano (PNH), com a doença.

Os novos casos são da região de Guaragi. Neste momento a FMS faz um alerta para as pessoas que ainda não se vacinaram e pretendem ir para essas áreas.

“Estamos em um período que iniciam as férias, as pessoas gostam de ir para áreas de mata, rios, ou seja, natureza de modo geral. Nossa preocupação é com esta população flutuando, que vai de passagem e que ainda não se imunizou. Por isso o alerta, quem ainda não tomou a vacina, deve procurar a sala de imunização mais próxima e se prevenir”, destaca o médico veterinário e coordenador da Zoonoses, Leandro Inglês.

“Estamos fazendo um reforço nas ações, porém é importante que a população entenda que a prevenção através da vacina continua sendo o diferencial contra a doença, pois as pessoas vacinadas já estão protegidas contra a febre amarela. A única maneira de não contrair a doença é se vacinando. Lembrando que a vacina é dose única, não sendo necessária repeti-la”, completa, Leandro.

Quem ainda não se vacinou ou está em dúvida se tomou a vacina, deve levar sua carteira vacinal até um dos estabelecimentos.

“Nossas equipes estão preparadas e na expectativa que a comunidade procure os serviços. Estamos com as salas de vacina abastecidas, aguardando a procura espontânea do público alvo”, explica a presidente da FMS, Angela Pompeu.

Aquelas pessoas que ainda não se imunizaram podem procurar umas das 21 salas de vacina durante a semana, das 9h às 11h30, das 13h às 16h.

“Existe o risco das pessoas que não estão vacinadas entrarem em contato com o mosquito silvestre (Sabetes ou Haemagogus) e adquirir a doença. Se algum munícipe encontrar macaco morto ou doente pode entrar em contato com a Zoonoses. Os telefones para são através do 3220-1015, ramais 4094, 4095 e 4096.

Sobre a doença

A Febre amarela é uma doença infecciosa, de gravidade variável, transmitida por mosquitos a pessoas não vacinada. Ela pode ser evitada através da vacina, depois de contraída, o tratamento pode ajudar, mas essa doença não tem cura. Os esforços se concentram no controle dos sintomas e na limitação das complicações. Os casos leves causam febre, dor de cabeça, náuseas e vômitos. Os casos graves podem causar doenças cardíacas, hepáticas e renais fatais.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.