Agora1

Quase 90% do efetivo da Polícia Militar já recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus

9 de junho de 2021 - 07:33
Quase 90% do efetivo da Polícia Militar já recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus – Foto: Soldado Amanda Morais

A campanha de imunização dos profissionais de segurança pública avança a cada dia para a conclusão de todo o efetivo do estado. A Polícia Militar, que possui o maior quantitativo de integrantes, já tem quase 90% de toda tropa vacinada ao menos com a primeira dose. O resultado é do esforço conjunto com o Governo do estado em reconhecimento ao trabalho diuturno feito nas ruas em prol da segurança pública e das operações e fiscalizações para cumprimento das medidas sanitárias.

O Comandante-Geral da PM, coronel Hudson Leôncio Teixeira, destacou que o pedido de imunização do efetivo foi trabalhado junto ao Governo do estado em conjunto com a Secretaria da Saúde e com a Secretaria da Segurança Pública. “Houve um apoio irrestrito por parte do governador Ratinho Júnior e nossa demanda foi atendida. Para as próximas semanas prevemos a conclusão da vacinação de todos os policiais militares e, como prometido, eu serei o último integrante a receber a vacina”, disse.

Os militares estaduais estão sendo vacinados diariamente nas 22 Regionais de Saúde distribuídas em todo o estado. A aplicação das doses está ocorrendo pelas secretarias municipais de saúde. Em Curitiba, o Pavilhão da Cura, localizado no Parque Barigui, é o principal ponto de imunização da cidade. Fardados ou à paisana, os militares estaduais estão sendo atendidos e orientados para a segunda dose, a ser aplicada de acordo com o calendário de cada marca de vacina.

Desde o início da pandemia, a PM tem sido destaque com as operações de fiscalização para cumprimento das medidas sanitárias. As operações de Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) têm inibido condutas irresponsáveis como aglomerações, falta de uso de máscara e funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais que prestam serviços não-essenciais, além de auxiliar no combate a crimes e contravenções como embriaguez ao volante, tráfico de drogas e perturbação do sossego.

O cabo Everson Schimidt, da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), destacou que a vacinação valoriza a profissão e permite que os policiais possam trabalhar mais seguros. “A imunização dá a garantia para atuar na linha de frente mais protegido, podendo intervir em situações que exigem mais exposição sem o medo do contágio”, explica.

A tenente Jéssica Simeão Carneiro da Silva, também da APMG, acredita que com a imunização dos policiais favorece a população, que passa a contar com os profissionais mais protegidos. “Como um dos principais braços do Estado na segurança pública, os policiais militares têm a necessidade de serem vacinados para justamente fazer o enfrentamento à criminalidade e, com certeza, me sinto valorizada por ser contemplada com a vacina”, disse.

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, o Vacinômetro nacional aponta que até a manhã desta terça-feira (08/06), já tinham sido aplicadas 23.145 doses do imunizante nas forças de segurança e de salvamento do estado, sendo 16.123 primeiras doses e 7.022 segundas doses. Nas forças armadas do Paraná, segundo o Vacinômetro, foram aplicadas 675 doses, sendo 459 primeiras doses e 216 doses secundárias.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.