Agora1

Policiais lamentam morte do investigador e advogado “Chitão”, em Ponta Grossa

27 de março de 2021 - 13:08
Reprodução

Narciso Henrique Antunes, de 61 anos morreu nessa sexta-feira (27)

Policias Civis prestaram homenagem ao investigador aposentado e advogado que morreu com sequelas da Covid-19.

O velório de Narciso foi liberado devido ele ter se curado da doença, porém não resistiu e veio a óbito na sexta-feira (26), no Hospital Santa Casa de Misericórdia onde estava internado.

Narciso era conhecido como (Chitão), policial civil aposentado, advogado, deixou esposa e dois filhos. O corpo do policial está sendo velado na Capela São Francisco e seu sepultamento será as 15 horas no cemitério Parque Jardim Paraiso.

Nas redes sociais familiares e amigos lamentaram a morte do polícia.

“Meu amigo e irmão, policial aposentado, NARCISO HENRIQUE ANTUNES (Chitão), com quem trabalhei anos no plantão da 13a, foi levado hoje por este terrível mal. Que Deus console seus familiares.Informo que o velório do investigador aposentado Narciso Henrique Antunes (Chitão) *está ocorrendo na Capela São Francisco* (próximo da Base Forte), até o horário do sepultamento (15h no cemitério de Uvaranas, hoje 27/03 em PONTA GROSSA). Como ele foi curado da Covid, mas faleceu em decorrência de sequelas da doença (cardiopatia e hipertensão), *foi liberado velório, com os devidos cuidados* (álcool gel e uso de máscara, e também distanciamento) com limitação de 10 pessoas dentro da capela. Que Deus console amigos e familiares” escreveu Elter Garcia da 13ª SDP

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.