Agora1

Ônibus da vacina atende 4500 pessoas em quatro meses

31 de janeiro de 2019 - 17:49
Divulgação

 O projeto recebeu mudanças, foi ampliado e hoje trabalha nas regiões com maior necessidade de vacinação. Na próxima semana atenderá a população do Santa Mônica 

 Desde setembro de 2018 a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa está trabalhando com o Ônibus da Vacina, iniciativa da Fundação Municipal de Saúde (FMS), através da Atenção Primária. O serviço foi ampliado, passando a atender o programa de vacinação municipal, incluindo bairros e regiões com maior número de moradores, oportunizando a imunização da comunidade e reduzindo o tempo de espera nas salas de vacina do município. Durante esta semana o projeto esteve presente na comunidade do Recanto Verde, no Cará-Cará.

“Estamos com duas técnicas tocando este projeto, elas são exclusivas para o Ônibus da Vacina. A equipe vai até as regiões mais distantes, com o maior número de população ou aquelas que não tem uma Unidade Básica de Saúde com sala de Vacina”, destaca a coordenadora da Atenção Primária, Julita Rentschler.

Nos quatro meses de trabalho a equipe já vacinou cerca de 4500 pessoas, tendo uma média de 90 usuários por dia e mais de 200 aplicações, pois tem pessoas que precisam de mais vacina. “As regiões são escolhidas através da necessidade real, repassadas pelas equipes que trabalham na comunidade. Cada uma delas recebe o serviço durante uma semana, de acordo com a demanda. As escalas de permanência do Ônibus da Vacina são semanais, onde terça, quarta e quinta-feira realizam a imunização, os outros dois dias são usados para visitas em zonas rurais e manutenção do veículo ”, explica Julita.

Na próxima semana, das 9h às 16h, a comunidade da Santa Mônica terá a imunização a sua disposição. O veículo ficará junto a UBS Antônio Horácio de Miranda e as agentes comunitárias de Saúde já estão realizando a divulgação pela região. “A unidade móvel atende crianças e adultos e não é específica apenas para os estudantes. Para receber a imunização basta estar com a carteira de vacina e com o cartão SUS”, ressalta a coordenadora.

da assessoria

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.