Agora1

Mutirão busca zerar fila por cirurgias de catarata em Ponta Grossa

24 de outubro de 2017 - 17:00
Imagem divulgação

Durante a manhã de hoje (24) o secretário Estadual de Saúde, Michele Caputo, juntamente com o prefeito, Marcelo Rangel, e demais autoridades da cidade participaram da entrega de diversas ações e investimentos na área de saúde de Ponta Grossa e regiões dos Campos Gerais. Entre as novidades, foram anunciados mutirões de cirurgias, entrega de aparelhos auditivos, novas construções e verbas para a região.

Entre os dias 2, 3 e 4, cerca de 400 pacientes realizarão cirurgia de cataratas. Estes estavam em fila de espera através do Sistema Único de Saúde (SUS). O investimento foi de 600 mil e garante zerar a espera da especialidade na região e será realizado no Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HURCG). O segundo mutirão anunciado foi para as pessoas com deficiência física e auditiva. Serão entregues mais de 750 aparelhos auditivos e próteses locomotoras. Para essa iniciativa foram investidos cerca de R$ 1,1 milhão.

“Ter o Estado como nosso parceiro é garantir melhorias significativas na área de saúde, principalmente em especialidades, sabemos que hoje é mais uma grande conquista, mas também sabemos que há muito o que se fazer. Poder zerar a fila e melhorar a saúde dos cidadãos de Ponta Grossa e região é um dos pilares do nosso governo”, diz Rangel.

Já para o início de 2018, a parceria entre Secretaria de Estado de Segurança, de Saúde e a Prefeitura de Ponta Grossa garantiu uma base de helicóptero para transportar pacientes de urgência e emergência de uma região para outra de forma mais rápida.

“Devemos ter até março do ano que vem a base de helicóptero aqui, exclusiva para o atendimento da saúde e também atendendo uma parcela importante do trabalho da Polícia Militar, mas a prioridade é a saúde”, ressalta Michele.

Ponta Grossa ainda contará com um Instituto do Câncer dos Campos Gerais, localizado dentro do HURCG. A estrutura já está sendo adequada para atender os pacientes oncológicos. A estrutura contará com farmácia oncológica, 12 leitos e sete cadeiras para tratamento da doença.

Durante a estadia do secretário na região, ele passou pela Farmácia Paraná, que tem como objetivo distribuir gratuitamente medicamentos para tratamento de doenças como Mal de Alzheimer e Hepatite. A construção do prédio tem investimento de R$ 1,5 milhão. A expectativa é que em setembro de 2018 esteja pronta para atender cerca de 300 pacientes dia. “São conquistas importantes aqui para os Campos Gerais, à nossa querida Ponta Grossa e região. A estrutura da Farmácia dará melhores condições de atendimento e de trabalho para nossa gente”, finaliza Caputo.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.