Agora1

Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford

24 de janeiro de 2021 - 13:34
Agencia Brasil

Por Vinicius Lisboa – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Os estados brasileiros começaram a receber as doses da vacina de Astrazeneca/Oxford, chegadas na sexta-feira (22).  As doses fazem parte do lote fabricado pelo Instituto Serum, da Índia, e têm uso emergencial autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).A Anvisa confirmou a eficácia global do imunizante em 70,42%, validando estudo publicado no início de dezembro pela revista científica The Lancet. A eficácia mede a taxa de sucesso na prevenção da covid-19 comparada a quem recebeu placebo (medicamento inócuo).

Rio de Janeiro

O governo do estado do Rio de Janeiro vai iniciar amanhã (25) a distribuição das 185 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford aos municípios fluminense, recebidas ainda neste sábado (23). “Uma grande operação foi montada para que todas as cidades possam dar início a essa nova fase da vacinação assim que receberem as doses e as recomendações técnicas da secretaria, oriundas do Ministério da Saúde”, afirma nota divulgada na noite de ontem.

Assim como as 487 mil doses da vacina Coronavac recebidas na semana passada, as vacinas AstraZeneca/Oxford serão destinadas ao público prioritário, segundo orientação do Ministério da Saúde.

O estado do Rio de Janeiro já vacinou 89.237 pessoas em 85 municípios até as 18h de ontem (23), todos com a vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac.

A Secretaria de Estado de Saúde afirma ter enviado ofício aos municípios recomendando que seja feita uma busca ativa para levantar casos de idosos e pessoas com deficiência vivendo em instituições que não estejam cadastradas no Ministério da Saúde e, por isso, possam não ter recebido ainda doses da vacina Coronavac.

O público prioritário da primeira fase de vacinação são profissionais de saúde, idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência, população indígena aldeada e quilombolas. Algumas vacinas começaram a ser aplicadas ainda ontem.

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde informou que todas as doses da vacina AstraZeneca/Oxford enviadas pelo Ministério da Saúde para o Estado do Rio serão distribuídas aos municípios em única remessa, para aplicação imediata, de acordo com as prioridades do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Isso significa que, diferentemente das vacinas Coronavac, que tiveram unidades guardadas para a segunda a dose dos primeiros vacinados, as vacinas AstraZeneca/Oxford serão todas aplicadas imediatamente. A subsecretaria explica que a decisão foi tomada “tendo em vista que a aplicação da segunda dose pode ser realizada em 90 dias após a primeira”.

Amazonas

Também na noite deste sábado (23), o governador do Amazonas Wilson Lima acompanhou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes a chegada de um lote de 132,5 mil doses da vacina da AstraZeneca. Ainda neste domingo deve chegar ao estado mais um lote de 44 mil doses do imunizante.  “Com isso vamos vacinar todos os idosos acima de 60 anos de idade e todos os profissionais de saúde”, explicou o governador, ao lado do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.  O estado terá 5% das vacinas, devido a acordo proposto pelo Ministério da Saúde e aceito pelos governadores.

Ministro Pazuello e Governador do Amazonas Wilson Lima acompanham chegada das vacinas contra covid-19 ao Amazonas.
Ministro Pazuello e Governador do Amazonas Wilson Lima acompanham chegada das vacinas contra covid-19 ao Amazonas. – Diego Peres/Secom Governo do Amazonas

Segundo o governador, a rede de distribuição está preparada para levar as doses a partir desta segunda-feira aos municípios. “Nós já nos preparamos com nossa rede de distribuição, organizada de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde”.

Nota do ministério da Saúde informa que Pazuello não tem voo de volta a Brasília. “Ficará no Amazonas o tempo que for necessário. Vai comandar de perto as ações emergenciais de combate à covid-19, ao lado da equipe do Ministério da Saúde que já trabalha para apoiar a população do amazonense”.

Ceará

Ainda no sábado, o Ceará também recebeu suas doses do imunizante. São 72.500 doses, que serão distribuídas. “A vantagem dessa vacina, como orientado pelo Ministério da Saúde, é que todas as doses poderão ser usadas, porque a segunda dose dela poderá ser feita com até 90 dias. Até lá, já há programação de novas remessas”, detalhou o governador do estado, Camilo Santana.

Ceará recebe o segundo lote de vacinas contra a Covid-19
Ceará recebe o segundo lote de vacinas contra a Covid-19 – Thiara Montefusco/Governo do Ceará

Minas Gerais

Chegada de 190.500 doses da vacina AstraZeneca a Belo Horizonte
Chegada de 190.500 doses da vacina AstraZeneca a Belo Horizonte – Pedro Gontijo/Imprensa MG

Minas Gerais recebeu neste domingo, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins (região metropolitana da capital), as 190.500 doses da vacina da AstraZeneca. O lote foi recebido pela Secretaria de Estado de Saúde e enviado para armazenagem na Central Estadual de Rede Frio de Minas Gerais, na capital mineira. O transporte até a Rede contou com a escolta da Polícia Militar. As doses devem ser distribuídas nos próximos dias aos municípios do estado para garantir a vacinação dos trabalhadores da Saúde.

Distrito Federal

O Distrito Federal também recebeu sua parte. São 41,5 doses do imunizante, encaminhadas de imediato para a Rede Frio da Secretaria de Saúde.

Edição: Aline Leal

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.