Agora1

Após vandalismo em UBS pacientes têm consultas canceladas

23 de abril de 2019 - 19:27
Divulgação

por Rafisa Ramos

A semana começou tumultuada para as pessoas atendidas na Unidade Básica de Saúde (UBS) Madre Josefa.

Na segunda-feira (22) a Equipe de Saúde da Família (ESF) chegou para trabalhar e se deparou com um cenário de vandalismo no local, janelas e portas quebradas, computadores e equipamentos roubados. Por conta da situação a Unidade ficou fechada por dois dias.

Cerca de 6700 pessoas são atendidas por esta estrutura, com o vandalismo 64 consultas foram canceladas e deverão ser remarcadas a partir de amanhã (24). “Lamentável uma situação como esta, a própria população sai prejudicada, pois os atendimentos são cancelados, os procedimentos remarcados e a população fica descoberta. Além de causar prejuízo de bens materiais, causa o descontentamento da comunidade”, comenta a presidente da FMS, Angela Pompeu.

A estrutura já passou por reparos e deve voltar a atender a partir de amanhã. “Nós conseguimos remanejar algumas atividades da equipe de manutenção para podermos voltar a realizar atendimento o mais breve possível, foram dois dias de serviço fechado, o que acumula e prejudica o fluxo da UBS”, comenta a coordenadora da Atenção Primária, Julita Rentschler.

Os vandalismos geram um prejuízo anual de aproximadamente R$ 250 mil para consertos e reposição de materiais roubados e danificados. “A comunidade deve se conscientizar da importância destas estruturas para a população. A unidade não é da prefeitura, da FMS, ela é dos moradores da região, da comunidade que necessita de atendimentos de saúde. Todos são responsáveis pelo zelo do imóvel. Este tipo de depredação prejudica a todos”, comenta o médico Rodrigo Manjabosco.

O espaço vandalizado está sendo usado provisoriamente pela ESF, ele é a estrutura do antigo Centro de Referências Especializada de Assistência Social (Creas Pop). A FMS já registrou boletim de ocorrência, mas pede ajuda à população. “Os moradores que perceberem movimentação estranha podem entrar em contato direto com a Guarda Municipal, e eles irão até o local para verificar. Os atos de vandalismo podem ser denunciados através do telefone 153 ou 0800 643 2626”, destaca Angela.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.