Agora1

Rangel apresenta emenda ao projeto que regulamenta o Uber em Ponta Grossa.

29 de agosto de 2019 - 12:22
Reprodução

A cidade de Ponta Grossa estará regulamentando como as demais cidades do Brasil como determina a lei ao serviço de transporte individual (Uber), e outros aplicativos do mesmo gênero.

Trocando a taxação que normalmente é prevista nas regulamentações de outras cidades pelo Brasil, por uma doação a políticas de assistência a crianças com deficiência.

Com isso, o serviço terá regulamentação e os motoristas farão a destinação de mais ou menos 5 reais por mês, para Fundação de Assistência Social, para atendimento específico ao transporte e manutenção do Ginásio dos deficientes.

Além de regulamentado, terá uma atitude social que vai beneficiar centenas de crianças com deficiência no município.

Segundo o prefeito Marcelo Rangel, hoje toda manutenção e os transportes de crianças com deficiência é realizado por entidades assistenciais e a manutenção é mantida pela prefeitura, além do ginásio dos deficientes mantido por recursos do IPTU.

“Com isso nós teremos mais investimentos, novos equipamentos e também novos programas para atendimento às crianças com deficiência”, disse Rangel.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.