Agora1

Mesmo com “canetada” de Bolsonaro, MPPE veda licença ambiental para a ESA em Pernambuco até aprovação do estudo de impacto

15 de novembro de 2021 - 12:22
Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou no ultimo dia – 21 a cidade de Recife como a sede da futura Escola de Formação de Sargentos das Armas (ESA) do Exército Brasileiro.

O Ministério Público de Pernambuco recomendou a Agência Estadual de Meio Ambiente a não concessão da licença ambiental para a execução do Projeto da Escola de Sargentos de Armas do Exército (ESA) até que seja provado estudo prévio de impacto ambiental.

A recomendação assinada pela promotora de justiça do Ministério Público de Pernambuco, Rejane Strieder Centelhas. Promotora que expediu recomendação também sugere a realização de audiências públicas para discutir sobre a instalação da escola com a sociedade e órgãos interessados

Bolsonaro decide mandar instalações da ESA para Recife

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Bolsonaro afirmou que a decisão pela capital pernambucana foi tomada “após dois anos de exaustivos estudos feitos pelo comando do Exército Brasileiro”. O presidente explicou que a decisão foi baseada em critérios técnicos, e agradeceu as guarnições de Santa Maria (RS) e Ponta Grossa por também terem se apresentado como voluntárias no processo seletivo. O investimento é de R$ 1,5 bilhão.

O ex-prefeito Marcelo Rangel comemorou através das redes sociais – “Ponta Grossa voltando ao jogo. Falamos que tecnicamente PG tinha que ter sido a escolha”; disse Rangel.

 

Por – Luisa Farias – JC Noticias

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.