Agora1

Governo cubano comunica cancelamento imediato do programa Mais Médicos

20 de novembro de 2018 - 14:03
Imagem divulgação

Na manhã de hoje (20) a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu, através de um comunicado do Governo de Cuba, o cancelamento imediato dos atendimentos dos médicos intercambistas no Brasil.

Ponta Grossa conta hoje com 60 médicos cubanos realizando atendimentos em todas as 54 Unidades Básicas de Saúde (UBS). Diante deste cenário, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), reunirá na tarde de hoje, às 15h, todos os profissionais que fazem parte do Programa Mais Médicos na cidade. A reunião acontece com a finalidade de realizar o levantamento de quantos e quais profissionais sairão imediatamente do Programa.

Desde a semana passada, quando foi sinalizado o cancelamento do contrato do Programa entre o Governo de Cuba e o do Brasil, a SMS e a Procuradoria Geral do Município (PGM) estudaram a possibilidade de realizar um remanejamento dos médicos concursados da PMPG para atender, temporariamente, se necessário, a população nas UBS que eventualmente possam ficar sem profissionais. A SMS destaca que todas as UBS ficarão abertas para o atendimento da população com as equipes multiprofissionais, ou seja, pré-natal, vacina, visitas domiciliares, curativos, puericultura, renovações de receitas de pacientes crônicos (hipertenso e diabéticos) e todos os outros serviços realizados pelos enfermeiros e demais profissionais continuarão sendo realizados.

O Ministério da Saúde abriu um edital para realizar o credenciamento e adesões de profissionais médicos brasileiros formados no Brasil e no exterior, este edital será finalizado no dia 25 de novembro. No dia 27 outro edital será aberto para credenciar profissionais estrangeiros nas vagas remanescentes. De 3 a 7 de dezembro todos os profissionais credenciados deverão se apresentar e iniciar o trabalho nas cidades escolhidas.

Até o dia 7 a população que procurar consulta médica nas UBS e que eventualmente possam não ter profissionais podem se dirigir para outros estabelecimentos de Saúde, como: Hospital Municipal Amadeu Puppi, Hospital Municipal da Criança João Vargas de Oliveira, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Unidades de Pronto Atendimento Infantil (PAI).

Outras ações que estão sendo realizadas paralelamente:

  1. a) avaliação da disponibilidade e viabilidade de deslocamento dos profissionais que atuam em outras áreas técnicas para à Atenção Primária;
  2. b) remanejamento de profissionais cumprindo carga horária em duas Unidades por semana;
  3. c) ampliação da jornada de trabalho com compensação de horas trabalhadas para atendimento ao público;
  4. d) articulação dos encaminhamentos para a rede de urgência e emergência;
  5. e) utilização de protocolos, ampliando o papel resolutivo dos profissionais de enfermagem nas Unidades Básicas de Saúde, dentre outras importantes ações.
Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.