Agora1

Emerson Bacil cobra Copel para não desligar luz na safra; aumento do ICMS é freado

14 de dezembro de 2021 - 20:48
Divulgação

Mesmo não tendo mandato de deputado estadual, Emerson Bacil tem exercido seu papel de cidadania diante da sociedade e não tem deixado os fumicultores de lado. Logo que saiu da Assembleia Legislativa do Paraná, devido à anulação dos votos e cassação do Delegado Francischini, ele teve preocupação com questões relacionadas aos produtores de fumo, como tentativa de aumentar o imposto e proibir fumar em espaços públicos.

Outra preocupação dessa semana é sobre programação de desligamentos de rede de energia elétrica em período de safra. A prática é para melhorar os serviços da Copel e Emerson Bacil entende a necessidade e importância. Contudo, desde 2019 quando assumiu a cadeira de deputado ele requereu que essas interrupções não ocorressem em período de safra, por trazer perda aos fumicultores em período de secagem.

“Perdi o mandato, mas sigo vivo”, observa Emerson Bacil. “Fiz contato com o presidente da Copel, Daniel Slaviero, pedindo, novamente, que esses serviços sejam executados sim, mas não no período de secagem do fumo. Senão os produtores perdem qualidade e até estufadas inteiras, o que traz prejuízo. Sempre tive o bom diálogo com a presidência e mesmo fora do mandato preciso exercer o papel de cidadão”, frisa.

Em relação ao aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Emerson Bacil vem falando contra a proposta desde o início do mês. “A informação que tenho, da parte de interlocutores do governador [Carlos Massa] Ratinho Junior, é de que não será aumentada a alíquota. Se isso fosse feito iria potencializar o contrabando e aumentar a diferença tributária com Santa Catarina”, explica.

Para ele, há a boa intenção do Governo Estadual em custear o vale-alimentação de R$ 600,00 mensais para policiais paranaenses. Mas aumentar o ICMS sobre o fumo, para Emerson Bacil, não seria o correto. “Queremos que os servidores das policias sejam valorizados e tenham o benefício e isso pode vim de um ajuste dentro do governo. O que não pode é colocar os produtores de fumo em risco”, afirma.

Da redação com imagem arquivo pessoal Emerson Bacil

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.