Agora1

Deputado Bacil destaca importância do 5G para o agro e desenvolvimento paranaense

1 de outubro de 2021 - 13:31
Divulgação

Participante efetivo de um debate promovido pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o deputado estadual Emerson Bacil preside a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Superior (CCTIES). “Sabemos da necessidade de dispor de um sistema mais eficiente de comunicação, sobretudo para permitir ampliar o acesso às tecnologias no agronegócio e permitir o desenvolvimento de todos os setores da economia”, afirma.

Segundo o deputado, com base no que prevê a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a tecnologia 5G vai substituir a banda larga fixa por fibra óptica e vai impactar a economia e sociedade como um todo. “Precisamos estar preparados para auxiliar os municípios paranaenses em adaptar suas infraestruturas de antenas visando comportar, com as devidas autorizações e atendendo a legislação pertinente”, explica Emerson Bacil.

Na audiência o gerente de Regulamentação da Anatel, Felipe Roberto de Lima, citou a evolução da banda larga móvel, em substituição ao sinal de internet transmitido por banda larga em fibra óptica e a necessidade da adaptação da legislação e estrutura de antenas nos municípios para disponibilizar o sinal de 5G. “A expectativa é de que a expansão atenda e desenvolva o meio rural, nossa defesa é por essa tecnologia atender os anseios dos agricultores”, frisa Bacil.

“Ficamos cientes de que as cidades precisam iniciar o processo de atualização de políticas públicas para contribuir com a aceleração digital revolucionária imposta pela nova tecnologia”, destaca o deputado. “O primeiro ato foi de conhecer esses caminhos e tratativas a serem seguidos e, na sequência, estamos nos mobilizando em auxílio aos municípios e acompanhando o calendário para implantação do 5G, conforme prevê a Anatel”, acrescenta Bacil.

Hélio Maurício Miranda da Fonseca, gerente de Projetos do Deinv/Setel, da Secretaria de Telecomunicações do Ministério das Comunicações disse que as políticas públicas vão contribuir para aceleração digital no País. “Sempre focamos no aumento de banda para o tráfego de dados. O 5G não só permite trafegar muito mais dados, mas permite que viabilizemos a comunicação massiva entre máquinas”, explicou o representante ministerial.

A tecnologia permite a transmissão de dados de forma mais rápida e mais estável, e estará disponível no País já no início do segundo semestre de 2022, ao menos nas capitais. O desenvolvimento da tecnologia pelo Brasil deve se desencadear ao longo dos próximos anos. O leilão do 5G está programado para o dia 4 de novembro e deve movimentar quase R$ 50 bilhões, entre pagamentos ao Governo Federal e investimentos obrigatórios.

A disponibilidade do serviço começa por capitais brasileiras e se amplia, de forma gradativa, para outras cidades, partindo das mais populosas num período de sete anos para se concluir em cidades com mais de 30 mil habitantes. Além de Emerson Bacil, os deputados Luiz Cláudio Romanelli e Tião Medeiros comandaram a audiência com palestrantes, representantes de empresas de tecnologia e comunicação, além de gestores municipais.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.