Agora1

Rangel anuncia ‘Tarifa Zero’ do transporte coletivo de Ponta Grossa

11 de dezembro de 2019 - 10:33

O prefeito Marcelo Rangel anunciou, na manhã de hoje (11), o projeto para a universalização do transporte coletivo da cidade. A medida é inédita no país  em cidades com mais de 300 mil habitantes e deve ser implementada nos próximos meses em Ponta Grossa.

De acordo com o prefeito Marcelo Rangel, o projeto de alteração para a Lei do Transporte Coletivo, essencial para a implantação da Tarifa Zero,  já foi encaminhado para a Câmara Municipal. A principal  mudança é a criação de uma taxa do transporte coletivo, que utiliza como base a Lei Federal do Vale-Transporte.  “Hoje, a média de pagamento do vale-transporte para empresas é em torno de 180 a 190 reais. A taxa social  será de um VR (valor de referência) e meio, o equivalente a 121,66”, explica Rangel.

Segundo o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT), Roberto Pellissari, a iniciativa apresentada surgiu após diversas análises promovidas pelo corpo técnico da AMTT e de Secretarias da Prefeitura. “Essa versão surgiu de um projeto inicial que nós conversamos lá atrás e, de lá pra cá, fomos fazendo todos os estudos necessários para chegarmos neste projeto apresentado aqui hoje. O formato proposto por nós proporciona a universalização do transporte, auxiliando todas as famílias que necessitam do transporte público na cidade”, declara Pellissari.

Durante o evento, o presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Milla, ressaltou a importância do projeto para a população. “Estamos falando da universalização do transporte público, algo que todos intentam, algo que a Câmara debate todo dia. Eu não vejo empecilhos ou dificuldades em relação a esse projeto por que estamos falando da necessidade da população ponta-grossense. Aqui nasce uma semente que vai ser exemplo para todo país”, aponta.
“Além de garantirmos a ampliação do sistema de transporte coletivo do município, também iremos fomentar a economia, pois os valores que seriam utilizados pela população para o pagamento da tarifa poderão ser utilizado no comércio e em diversas outras necessidades das famílias, aquecendo o comércio e os serviços de Ponta Grossa”, finaliza o prefeito Marcelo Rangel.

Como vai funcionar?
Com a aprovação do projeto pela Câmara de Vereadores, são necessários 90 dias para o projeto entrar em vigor. A expectativa, de acordo com a Prefeitura é de que a Tarifa Zero seja implementada a partir de 1º de maio de 2020. Para isso, é necessária a aprovação do legislativo até o dia 31 de dezembro deste ano. Em vigor, o transporte coletivo será custeado através da Tarifa do Transporte Coletivo, sendo universal para toda a população.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.