Agora1

Traficantes que mataram sete meninos e jogaram corpos para os porcos tem prisão decretada

9 de setembro de 2019 - 16:52
Inquérito da Polícia Civil aponta, ainda, que Álvaro Malaquias Santa Rosa, o “Peixão”, foi o mandante do crime – Foto: Divulgação/Polícia Civil

No dia 26 de maio deste ano, sete jovens desapareceram na favela Cinco Bocas, na zona norte do Rio de Janeiro.

A Polícia Civil concluiu que eles foram assassinados por traficantes que jogaram seus corpos para os porcos comerem.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão de 11 traficantes por homicídio e ocultação de cadáver.Os jovens assassinados são Adalberto Bispo Pereira Neto, Alexandre Gomes Correia, Darlan Gonçalves, Matheus Silva das Neves, Rafael Magalhães Celestino, Thiago Moreira Sbano e Victor Hugo de Queiroz Surcin.

Na denúncia, o Ministério Público (MP-RJ) afirma que os assassinatos aconteceram em uma disputa de território entre as facções TCP (Terceiro Comando Puro) e CV (Comando Vermelho). O inquérito da Polícia Civil aponta, ainda, que Álvaro Malaquias Santa Rosa, o “Peixão”, foi o mandante do crime. Ele é chefe do tráfico na comunidade Cidade Alta, também na zona norte, e integrante do TCP. A favela das Cinco Bocas é dominada pelo CV.

A Justiça determinou a prisão 10 outros traficantes do “Bonde do Peixão”. O líder encontra-se foragido – o Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 2 mil por informações que levem ao seu paradeiro.

por \Yahoo Noticias

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.