Agora1

Coronel Pucci é o novo comandante do BPMOA no Paraná

18 de outubro de 2019 - 06:50
Foto: Soldado Fernando Chauchuti

O Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) recebeu nesta quinta-feira (17/10), o novo comandante da Unidade, tenente-coronel Júlio Cesar Pucci dos Santos. O evento aconteceu na sede do BPMOA, no Hangar 12 do Aeroporto Bacacheri, em Curitiba. O então comandante do Batalhão, tenente-coronel Roberto Sampaio Araújo, a partir de agora, segue para a reserva remunerada. Autoridades políticas e militares estiveram no evento.

O Secretário de Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares, pediu dedicação, foco e alinhamento com todas as estratégias da SESP ao novo comandante do BPMOA, tenente-coronel Pucci, e reconheceu a sua capacidade para dar continuidade ao bom trabalho que já vinha sendo desempenhado. “Ele está pronto para prosseguir com os projetos”, garante. “Confiamos em seu trabalho, e desejamos sucesso a ele, que Deus o ilumine na condução de suas novas responsabilidades”, afirmou.

O Comandante-Geral da PM, coronel Péricles de Matos, destacou a relevância estratégica do BPMOA no cenário de segurança pública. “Temos orgulho dos homens e mulheres que construíram essa importante unidade. para bens ao tenente-coronel Sampaio por tudo o que fez, e desejo sucesso ao tenente-coronel Pucci diante dessa nova missão”, disse.

O tenente-coronel Pucci falou sobre os desafios de assumir o novo cargo. “O BPMOA tem um histórico de ser procurado pelo Governo Federal pela sua capacidade de prestar bons serviços, como quando fomos acionados para dar apoio aos moradores de Petrópolis e Santa Catarina, vítimas de enchente. Sei que o desafio é grande, mas vamos buscar continuar honrando a Corporação, cumprindo com as expectativas e adquirindo a confiança do Governo do Paraná”, garante.

E os esforços do tenente-coronel Sampaio ao longo dos seus 10 anos nas funções que assumiu na unidade e ajudaram a alavancar o Batalhão, foram reconhecidos pela SESP. “Nós percebemos que ele sempre se dedicou e, por isso, com certeza, sai daqui muito honrado”, afirma o secretário. “Ele pode dizer que cumpriu com sua missão, e agora deve se dedicar a sua família e cuidar de sua saúde”, conclui o secretário.

Agora na reserva remunerada, o coronel Sampaio comentou sobre o trabalho conduzido por ele ao longo dos 10 anos, e atribuiu os resultados positivos aos esforços que recebeu da Corporação “O que fizemos foi aprimorar o que já tinha sido construído antes do nosso comando e, sem o apoio de recursos humanos e materiais que me foram disponibilizados, alcançar o alto padrão que temos hoje e conseguir um destaque no cenário nacional não seria possível”, afirma.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.