Agora1

Polícia desarticula quadrilha de tráfico e prende seis policiais

12 de junho de 2018 - 15:22
Foto: Soldado Priscilla Carvalho

A Região Metropolitana de Curitiba (RMC) foi alvo das operações Visconde do Rio Branco e a Spectrus nesta terça-feira (12). 

Coordenadas pelo 22º Batalhão de Polícia Militar, as ações foram deflagradas para cumprir 96 medidas judiciais, entre mandados de busca e apreensão e de prisão. O objetivo é desarticular uma quadrilha que dominava o tráfico de drogas na capital e cidades do entorno.

As operações começaram as 6 horas da manhã e até o início da tarde 14 civis já haviam sido presos, 11 em flagrante. Além deles, seis policiais militares também foram presos por suspeita envolvimento com o tráfico e outros crimes.

Foram apreendidas nove armas de fogo (sendo duas longas), mais de 4 quilos de drogas e aproximadamente R$ 48 mil em dinheiro. “As diligências continuam e mais pessoas podem ser localizadas e presas”, afirma o comandante do 22º Batalhão da PM, tenente-coronel Sergio Augusto Ramos.

As operações contaram com o apoio da corregedoria-geral da PM, da Delegacia de Combate a Corrupção do Governo do Estado (DCCO), Ministério Público Estadual, e a colaboração do Poder Judiciário de Colombo, além da Vara da Auditoria Militar. As abordagens foram comandadas pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e acompanhadas por helicóptero e drone do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

EFETIVO – Foram empregados 380 policiais militares e 120 viaturas policiais das Unidades envolvidas. Também participaram efetivo e viaturas unidades de batalhões do interior do Estado. O foco da ação foi a desarticulação das atividades de comércio de drogas que imperavam no bairro Guarani, em Colombo. Também foram cumpridos mandados de busca em São José dos Pinhais e Curitiba.

Os pontos foram identificados por meio de um trabalho de inteligência feito pelos policiais militares, cruzando informações e dados que levaram as equipes a confirmar a atividade ilícita. A investigação durou um ano. De acordo com o levantamento, o bairro Guarani, em Colombo, abrigava um dos maiores pontos de tráfico de drogas da RMC.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.