Agora1

Polícia Civil prende vereador Dr. Jairinho e mãe do menino Henry morto a um mês

8 de abril de 2021 - 07:38
No apartamento estavam a mãe de Henry, Monique, e o padrasto, Jairinho

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na manhã desta quinta-feira (8) a mãe do menino Henry Borel, Monique Medeiros, e o padrasto dele, o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade).

Eles são os principais suspeitos pela morte do garoto de 4 anos. Henry morreu na noite do dia 8 de março após chegar ao hospital com dificuldades para respirar.

Segundo o laudo do IML (Instituto Médico Legal), os ferimentos que causaram a morte foram feitos por uma ação violenta.

Em uma perícia realizada simultaneamente no apartamento do casal, foram localizadas supostas manchas de sangue em pedaços do papel de parede da sala e do quarto onde dormia o menino Henry.

Ao Domingo Espetacular, da Record TV, uma ex-namorada de Dr. Jairinho disse que ela e a filha dela foram vítimas do vereador carioca.

Ela contou que, durante o relacionamento, a filha, na época também com 4 anos, sofreu uma série de agressões por parte do vereador.

Veja a reportagem do Domingo Espetacular:

Fonte: TV Record
Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.