Agora1

Mascote do narcotráfico, macaco com colete a prova de balas morre em tiroteio

22 de junho de 2022 - 19:10
Reprodução

Um tiroteio intenso entre uma facção do narcotráfico e policiais mexicanos vitimou ao menos 11 pessoas — e um macaco com colete à prova de balas.

A perda do símio, mascote de um líder da quadrilha, foi sentida, e o animal recebeu estranhas homenagens que viralizaram em redes sociais.

O macaco-aranha — chamado El Changuito e nascido no ano passado — pertencia a um traficante, de 20 anos, do grupo criminoso conhecido como La Familia Michoacana.

O jovem dono do animal também morreu no confronto, ocorrido na região de Texcaltitlan, no sul do país.

Segundo o site Mexico Daily Post, dez homens morreram no local, um faleceu no hospital e mais dez foram presos na operação. Outros três seguem internados.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.