Agora1

Líder de facção é preso acusado de cometer mais de 150 homicidios

3 de setembro de 2018 - 08:04
Imagem Informe Baiano

Uma ação conjunta das polícias da Bahia, de Pernambuco e do Espírito Santo capturou, na tarde deste sábado (1), um dos cinco maiores traficantes do estado baiano. Willian Santos Alves, 36 anos, o ‘Nem Bomba’, liderava uma facção que atuava, na região Sudoeste, com presença maior em Vitória da Conquista.

Acompanhado desde a semana passada, quando se escondia, no Espírito Santo, Nem Bomba e a sua esposa, Jaqueline da Silva Carvalho, 24, foram alcançados, na cidade pernambucana de Vitória de Santo Antão. Ambos tinham mandados de prisões expedidos. Nem Bomba é autor direto e indireto de pelo menos 150 homicídios, nos últimos cinco anos em Vitória da Conquista e região. Líder de uma quadrilha de tráfico de drogas, reponsável também por roubos a bancos, ele foi preso em 2013 e saiu em 2016 para responder em liberdade provisória.

Desde que ganhou a liberdade, Nem Bomba permaneceu determinando as ações da facção e se escondendo em outros estados. Em maio deste ano ele roubou R$ 400 mil de um carro-forte, no Shopping Vila Velha, no Espírito Santo. “São dois anos e meio com equipes exclusivas da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista) atrás dele. Mais uma grande ação integrada e de inteligência da polícia baiana”, exaltou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Ele lembrou também da megaoperação realizada nesta última semana que capturou ‘Dinda’, líder do tráfico, na região Oeste da Bahia. O criminoso foi descoberto, na cidade de Ibiúna, em São Paulo. “Menos duas lideranças impunes”, completou.

Com mandados na Bahia e no Espírito Santo, o destino de Nem Bomba será definido pelas secretarias da Segurança Pública dos dois estados.

por  Informe Baiano

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.