Agora1

Ladrões de gado são presos transportando bezerro em cabine de caminhão

8 de agosto de 2019 - 20:28
Imagens e informações Policia Civil

Uma operação da Policia Civil de Jaguariaíva, na região dos Campos Gerais, terminou com a prisão de ladrões de gado na manhã desta quinta-feira (08).

Segundo informações, a polícia chegou nos autores do furto ocorrido na localidade rural conhecida como “Cerrado da Roseira”, ocorrido durante a madrugada, onde foram subtraídas 10 (dez) cabeças de gado. Diante destas informações, a equipe de investigações da unidade policial de Jaguariaíva passou a realizar diligências com o intuito de identificar os autores de tal crime.

Assim, com base na troca e compartilhamento de informações, chegou-se à descrição do veículo utilizado para a prática do crime. O investigador de polícia plantonista localizou o mencionado veículo estacionado nas proximidades da entrada do município. Na posse do veículo estavam os senhores E.R.P., de 23 (vinte e três) anos, T.F.R., de 33 (trinta e três) anos e S.A.A., de 42 (quarenta e dois) anos, sendo que em sua carroceria estavam armazenados 09 (nove) cabeças de gado, além de 01 (um) bezerro alocado na cabine.

Pelo fato do investigador estar sozinho no momento da abordagem, foi solicitado auxílio ao setor de investigações da Delegacia de Polícia de Sengés, bem como à Polícia Militar local, os quais prontamente se deslocaram até o local e ajudaram na abordagem e condução dos envolvidos à delegacia de polícia para esclarecimentos.

Na unidade policial, os conduzidos apresentaram versões incompletas acerca do modo pelo qual adquiriram os citados animais e informaram que não possuíam nota fiscal nem guia de transporte de animais (GTA). Assim, foi acionada a vítima do crime ocorrido no Cerrado da Roseira, a qual reconheceu os animais como sendo de sua propriedade, especialmente quando analisada a marca existente nestes, gravada a ferro.

Diante dos fatos os conduzidos foram autuados em flagrante pela prática do crime de furto qualificado de animais, conhecido como “abigeato”, previsto no artigo 155, §6º, do Código Penal, sendo recolhidos à Cadeia Pública de Jaguariaíva, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário local.

Os animais, avaliados em cerca de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), foram imediatamente restituídos ao seu proprietário. Relevante destacar que existem fortes indícios de que este mesmo grupo seja o autor de pelo menos mais 02 (dois) crimes ocorridos na região, um no bairro conhecido como “Barrinha”, em Jaguariaíva, e outro na área rural do município de Sengés, ocorridos nos últimos 20 (vinte) dias.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.