Agora1

Cavalos são furtados do Centro de Referência de Animais

12 de fevereiro de 2020 - 19:47

O Centro de Referência de Animais em Risco (CRAR) passou por mais uma situação de furto de equinos. Três cavalos foram retirados do local, durante o dia, por adolescentes infratores. Ninguém ficou ferido e os animais já foram resgatados. A última situação registrada tinha acontecido em dezembro de 2019.

A situação ocorreu no final da tarde desta segunda-feira. Quando a equipe administrativa do CRAR percebeu a situação, acionou a Guarda Municipal. “Nossos técnicos foram atrás dos animais, durante o percurso a GM foi acionada. Os animais foram encontrados na região do Lagoa Dourada. Foi necessário um caminhão da Polícia Militar para transportar os animais de volta para o CRAR”, explica Cristóvão.

A estrutura do CRAR recebe, em média, 40 cavalos por mês e acaba sendo alvo de infratores. “Uma situação lamentável. Nossas equipes trabalham todos os dias recolhendo animais que estão em via pública e que acabam gerando situações de risco para a população. Os animais são tratados dentro do CRAR e se o dono não aparecer, ficam à disposição para doação”, comenta o médico veterinário, Cristóvão Câmara.

Os menores infratores devem ser encaminhados a Vara de Infância e Juventude e, posteriormente, submetidos às medidas socioeducativas cabíveis.

Regras para devolução de equinos

O CRAR trabalha com o código de saúde do Estado. O Centro já prevê multa, taxa de coleta e cobrança de diária para a devolução, ao proprietário, do animal de grande porte apreendido em via pública. A partir de agora, também é preciso comprovar propriedade rural.

Depois desta mudança, quem tiver cavalo em área urbana precisa garantir que ele permaneça devidamente cercado porque, uma vez recolhido ao CRAR, só poderá ser retirado para transporte até propriedade distante dos bairros, a exemplo dos distritos Uvaia, Periquitos, Guaragi e Itaiacoca.

Ao ser recolhido, o proprietário tem até 48 horas para retirar o animal do CRAR, pagando pela taxa de coleta e pela diária de permanência, se for o caso.

Sobre o CRAR

O Centro foi inaugurado em 2016, com investimentos de R$ 630 mil em reforma e ampliação da estrutura para receber cães, gatos e equinos. O CRAR ainda conta com dois veículos adaptados, um para recolhimentos dos animais de grande porte. Todos os animais acolhidos e tratados pelo Centro podem ser adotados, pois o abrigo é temporário.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.