Agora1

Agente suspeito de repassar celulares a presos será transferido ao Complexo Medico Penal

10 de julho de 2018 - 09:41
Imagem divulgação

Um agente do presídio de Ponta Grossa, preso na noite de sexta-feira (6), suspeito de facilitar a entrada de celulares na cadeia, será transferido ao Complexo Médico Penal onde aguardara julgamento.

O agente teve a pena convertida em Preventiva, após ser flagrado vendendo o repasse de celulares na Cadeia Hildebrando de Souza. O suspeito participou de audiência de custódia no sábado (7), e a Justiça converteu a prisão em preventiva.

De acordo com a direção do presídio, a equipe de trabalho monitorava o agente por desconfiar do comportamento dele.

Uma revista nas celas na noite de sexta-feira, realizada no setor onde o agente estava trabalhando e dois celulares novos foram encontrados escondidos entre capas de chuva. O agente de 37 anos, foi autuado por corrupção ativa e por facilitar entrada de aparelho celular em estabelecimento penal, conforme a Polícia Civil.

Na segunda-feira (09), a Corregedoria do Departamento Penitenciário (DEPEN), instaurou de oficio procedimento de sindicância com prazo de 30 dias, observando que o mesmo agente já havia sido convocado para assinar novo contrato para o PSS que começa dia 21/7, desse ano. O agente continuará preso, onde aguarda julgamento.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.