Agora1

Advogado suspeito de matar namorada de 21 anos cumprirá prisão domiciliar por falta de cela especial

19 de outubro de 2021 - 08:12
REPRODUÇÃO/ RECORD TV

O advogado teve a prisão preventiva decretada, suspeito de matar namorada de 21 anos. Caso ocorreu em Salvador (BA)

A advogado criminalista José Luiz de Meira Junior teve a prisão preventiva domiciliar decretada nesta segunda-feira (18), um dia depois de ser preso em flagrante acusado de matar a namorada, a jovem Kesia Stefany, a tiros. O caso ocorreu neste domingo (17), na cidade de Salvador. As informações são da Record TV.

A defesa do advogado alega que o tiro que matou a jovem foi acidental. Segundo esta versão da defesa, Kesia teria ameaçado José com a arma. O homem então teria tentado tirar a arma da mulher, o que causou o disparo acidental.

O advogado terá de cumprir prisão preventiva domiciliar por falta de cela especial. Após a repercussão do caso, José Júnior foi exonerado da Comissão de Prerrogativas da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Bahia. A entidade também vai avaliar se ele perderá o registro de advogado.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.