Agora1

Rodonorte fecha acordo de R$ 750 milhões e reconhece pagamento de propina

6 de março de 2019 - 17:46
(Nacho Doce/Reuters)

A força-tarefa daLava-Jato em Curitiba fechou acordo de leniência com a Rodonorte, empresa de concessões rodoviárias que atua no Paraná e pertence ao Grupo CCR.

A empresa vai pagar R$ 750 milhões até 2021, ano em que se encerra o contrato de concessão com o governo paranaense.

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi denunciado pela força-tarefa por corrupção passiva e organização criminosa em um esquema de propina na concessão de rodovias pedagiadas, que teria desviado R$ 8,4 bilhões por meio do aumento de tarifas de pedágio do Anel de Integração, e de obras rodoviárias não executadas.

A defesa de Beto Richa afirma que o ex-governador não cometeu irregularidades. Segundo o MPF, a Rodonorte reconheceu o pagamento de propinas em troca de vantagens em contratos de concessão desde o ano 2000.

Dos R$ 750 milhões, R$ 715 milhões referem-se a reparação de danos e R$ 35 milhões a multa prevista na Lei de Improbidade Administrativa.

Leia a matéria completa no Globo

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.