Agora1

Prefeitura suspende aulas da rede municipal em Ponta Grossa

17 de março de 2020 - 13:33

A Secretaria Municipal de Educação divulgou no final da manhã desta terça-feira (17) a decisão de adotar a orientação do Governo do Paraná em relação às universidades e escolas públicas e particulares, no que diz respeito à prevenção contra o Coronavírus (COVID-19).

Desta forma, as aulas na Educação Infantil e no Ensino Fundamental da rede municipal de ensino serão suspensas a partir desta sexta-feira (20) até o dia 31 de março.

O decreto nº 4230, do governo estadual, foi editado no final da tarde de segunda-feira (16). Com a suspensão, a SME antecipa em parte o recesso escolar previsto para julho deste ano, ocupando 09 dos 15 dias previstos para o recesso. Desta forma, haverá menos dias de folga após o primeiro semestre do calendário.

No dia 20 (sexta-feira), os alunos estarão dispensados das aulas, enquanto os professores continuarão em trabalho, para a realização da Hora de Trabalho Coletivo Compartilhado (HTPC) – que estava prevista para julho. O recesso escolar passa a ser efetivamente contado a partir de segunda-feira, dia 23, até o dia 31.

Segundo a secretária municipal de Educação, professora Esméria Saveli, as ações de combate à proliferação do Coronavírus são dinâmicas e podem sofrer alterações, conforme a evolução da doença e leitura dos acontecimentos por parte das autoridades políticas e sanitárias. “Nós intensificamos, no início de março, as medidas de profilaxia necessárias para evitar a proliferação do vírus em nossas escolas. Também orientamos os professores a trabalharem o tema com as crianças, para que todas fossem efetivamente informadas, com qualidade, a respeito da situação. Após isso, decidimos justificar as eventuais faltas dos alunos cujos pais preferissem manter as crianças em casa e, neste momento, seguimos o caminho apontado nesta segunda pelo Governo do Estado”, conta a secretária.

A SME também levou em consideração o número elevado de alunos faltantes a partir desta terça-feira. As unidades escolares registraram de 30% a 50% de não comparecimento. A data de retorno está prevista para o dia 31 de março, mas poderá ser prorrogada, conforme a evolução da doença e avaliação das autoridades de saúde. “A comunidade deve manter-se atenta e realizar constantemente as medidas de higienização, evitar o contato e o risco de contágio, para que possamos retornar ao nosso ano letivo o mais breve possível”, orienta a professora Esméria.

A Secretaria municipal de Educação irá comunicar a comunidade escolar em caso de prorrogação na data de retorno às aulas.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.