Agora1

Novo programa de residência em inovação tem foco na formação de profissionais para o setor público

6 de outubro de 2021 - 18:46
Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Contribuir para o desempenho e a melhoria contínua dos serviços disponibilizados à população paranaense, com foco na capacitação e formação de profissionais para atuar no setor público. Esse é o objetivo do Programa de Residência Técnica em Inovação, Transformação Digital e E-Gov, lançado pelo Governo do Estado nesta quarta-feira (6).

Denominada Restec Integre, a iniciativa é desenvolvida pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e contempla um Curso de Especialização em Inovação, Transformação Digital e E-Gov, que será ofertado na modalidade de ensino a distância pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).

“Para gerar inovação é preciso criar um sistema para isso, envolvendo nossas universidades, o Governo do Estado e iniciativa privada. Os estudantes terão acesso a um curso com professores das principais universidades do mundo e profissionais de grandes empresas. Estamos contribuindo com a formação de pessoas que participarão ativamente do processo de inovação do Paraná”, ressalta o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

“O Estado do Paraná dá prioridade para a inovação. Teremos, com a residência, servidores e profissionais preparados para encurtar os caminhos entre a população e serviços melhores e modernos”, destaca o superintendente de Inovação, Marcelo Rangel.

A Restec Integre abrange categorias profissionais de várias áreas do conhecimento: Administração; Arquitetura e Urbanismo; Biblioteconomia; Comunicação; Contabilidade; Design; Direito; Economia; Enfermagem; Engenharia Civil; Engenharia da Computação; Engenharia da Produção; Engenharia Florestal; Estatística; Gestão Pública; Secretariado; e Tecnologia da Informação.

Ao todo, serão selecionados 92 residentes técnicos, graduados nessas áreas profissionais, nos últimos três anos. Os candidatos aprovados serão lotados em órgãos do Governo do Estado, localizados em Curitiba e em sete cidades do Interior.

Considerado um programa inovador, a Residência Técnica do Governo do Estado auxilia no aperfeiçoamento prático e teórico desses profissionais recém-formados, com impacto direto na qualificação do setor público, refletindo em melhoria nos serviços ofertados à população.

ATIVIDADES – Todos os candidatos devem ter concluído o curso de graduação nas respectivas áreas de interesse, conforme especificadas no edital, no período de novembro de 2019 a outubro de 2021. Os classificados serão matriculados no Curso de Especialização em Inovação, Transformação Digital e E-Gov, ofertado pela Unicentro.

A carga horária para as atividades práticas dos bolsistas residentes nas instituições vinculadas ao Governo do Estado será de 30 horas semanais, compreendendo o período de segunda a sexta-feira. Já a carga teórica do curso de especialização será, majoritariamente, em ambiente digital.

Além da gratuidade no curso de pós-graduação, os residentes técnicos receberão bolsa-auxílio mensal, no valor de R$ 1.900, e auxílio-transporte pelo período de 24 meses. O início das atividades está previsto para o mês de novembro.

COMUNICAÇÃO – A inserção do profissional graduado em Comunicação Organizacional é uma das novidades desse novo programa de residência técnica, relacionado ao ecossistema de inovação tecnológica paranaense. Ao todo, estão previstas 25 vagas (27% do total) nessa categoria, sendo 23 compartilhadas com profissionais formados em Administração e as outras duas com profissionais graduados nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

A partir de uma articulação com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), o intuito é ampliar as experiências de profissionalização voltadas ao setor público, especificamente nessa área do conhecimento. A instituição de ensino superior é a única a ofertar esse bacharelado no Sul do Brasil.

O professor João Augusto Moliani, coordenador do Curso de Comunicação Organizacional da UTFPR – Campus Curitiba, ressalta o perfil multidisciplinar e estratégico desses bacharéis. “Buscamos preparar profissionais capazes de atuar nas atividades de comunicação e marketing, e que compreendam os processos de comunicação nos contextos das organizações em diferentes segmentos e setores”, salienta.

Segundo ele, a grade curricular abrange um conjunto de teorias e práticas relacionadas às várias vertentes da Comunicação, tais como: Jornalismo; Publicidade e Propaganda; Relações Públicas; Audiovisual; Marketing; e Cerimonial e Protocolo de Eventos. Os estudantes também têm disciplinas de gestão e planejamento, ministradas por professores de Administração.

Responsável pela implantação do curso na UTFPR, o professor Camilo Catto explica que essa formação acadêmica foi idealizada em conformidade com a realidade atual do mercado de trabalho. “Os comunicólogos organizacionais são profissionais com grande potencial para auxiliar nas atividades relacionadas às assessorias de comunicação e de imprensa dos órgãos governamentais”, sinaliza.

RESTEC – Atualmente, os programas de Restec contam com 764 residentes ativos nos seguintes cursos de pós-graduação: Gestão Pública; Engenharia e Gestão Ambiental; Engenharia e Obras Públicas; e Economia Rural. Provenientes de 25 áreas do conhecimento, esses profissionais estão lotados em 20 órgãos do Governo do Estado, situados em 29 municípios paranaenses.

Além da nova Residência Técnica em Inovação, Transformação Digital e E-Gov, a Seti planeja lançar, ainda neste ano, outra Restec relacionada ao ecossistema de inovação, com especialização em Gestão de Ambientes Promotores de Inovação.

LOTAÇÕES – Os candidatos selecionados serão lotados na própria Seti, na Casa Civil e nas secretarias de Estado da Administração e da Previdência; da Agricultura e do Abastecimento; da Educação e do Esporte; da Fazenda; da Infraestrutura e Logística; da Segurança Pública; e do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

A Biblioteca Pública do Paraná (BPP), o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR) e o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) também receberão residentes técnicos.

Além da Unicentro, os aprovados serão lotados, ainda, nas demais instituições estaduais de ensino superior: universidades Estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), do Oeste do Paraná (Unioeste), do Norte do Paraná (UENP) e do Estado do Paraná (Unespar).

Serviço:

Veja o cronograma do Programa de Residência Técnica em Inovação, Transformação Digital e E-Gov.
Inscrições: até 12 de outubro de 2021
Aplicação da prova objetiva: 17 de outubro de 2021
Divulgação do resultado final: 26 de outubro de 2021
Matrículas: 1º de novembro de 2021
Clique AQUI para consultar o edital e o conteúdo programático da prova objetiva, e fazer a inscrição.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.