Agora1

Mutirão retira quatro toneladas de lixo do Arroio da Ronda, em Ponta Grossa

30 de setembro de 2021 - 07:59
Foto: Sanepar

Colaboradores da Sanepar, Secretaria do Meio Ambiente de Ponta Grossa, Rotary Club Campos Gerais e alunos do Instituto de Educação Estadual Professor César Prieto Martinez formaram um mutirão para a limpeza do Arroio da Ronda, em Ponta Grossa, nesta terça-feira (28). Foram retiradas em torno de quatro toneladas de resíduos, num trecho de cerca de um quilômetro, na região do Contorno, onde se concentrou o mutirão.

A ação aconteceu dentro das atividades da Semana do Voluntariado Paranaense, uma iniciativa da Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS), do Governo do Estado. A Sanepar participa com a limpeza de rios em diversas regiões do Paraná, em parceria com entidades e comunidades locais.

No mutirão, que reuniu cerca de 70 voluntários, foi recolhida grande quantidade de eletrodomésticos, brinquedos, pneus, garrafas plásticas, calçados e isopor. Embora em quase toda a totalidade fossem resíduos com potencial reciclável, não puderam ser reaproveitados devido à contaminação e estado de decomposição. Depois de recolhidos e ensacados, foram destinados ao aterro municipal.

O Arroio da Ronda, que corta o perímetro urbano da cidade, sofre grande impacto pelo acúmulo de resíduos lançados de forma irregular, o que prejudica o fluxo do rio e causa alagamentos em alguns pontos.

“O Arroio é de grande importância para o município de Ponta Grossa e sofre muito com o processo de assoreamento em função da disposição inadequada de resíduos, pela própria população”, disse a gestora de Educação Socioambiental da Sanepar, Luciana Garcia, uma das organizadoras da ação.

Ela alerta que, para evitar que isso aconteça, é preciso destinar corretamente os resíduos, fazendo a separação seletiva e encaminhando para a reciclagem os materiais que têm algum valor para serem transformados em matéria-prima. Os demais devem ser encaminhados para os aterros sanitários. “É um trabalho educativo, uma mudança de cultura, o resíduo precisa ser destinado da forma correta”, afirmou.

O secretário municipal de Meio Ambiente, André Pitela, mobilizou equipes de limpeza urbana para a ação e reforçou a importância do trabalho dos voluntários no mutirão. Ele destacou que Ponta Grossa possui o serviço de coleta em todo o seu perímetro urbano e que a população precisa utilizá-lo, dando a destinação correta para os resíduos. “Os resíduos demoram muito para fazer a decomposição, impactando nos arroios, na fauna e na flora”, reforçou.

CUIDADO  O Rotary Club Ponta Grossa Campos Gerais, com alunos do curso de Formação de Docentes do Instituto de Educação, fez ainda o plantio de mudas de árvores nativas às margens do Arroio. “O objetivo desta atividade é conscientizar, contribuir e cuidar do meio ambiente”, disse a professora Carmen Silva Pinto.

Voluntário no mutirão, Dennis Schechtel Neves, da Sanepar, lembrou que as pessoas muitas vezes não têm consciência de que um pequeno resíduo, jogado no centro da cidade, pode chegar até o Arroio, numa região distante. “Por isso ações como esta são um exercício de conscientização, para que as pessoas façam isso diariamente, a todo momento, depositando os resíduos no local correto”, disse.

VOLUNTARIADO  A Sanepar está participando da Semana do Voluntariado com mobilizações em todo o Paraná. Nesta quarta-feira (29), as ações têm foco no Lago Jabuti, em Apucarana. Na sequência, a mobilização será no Rio Cascavel, em Cascavel, e na Barragem Passaúna, em Curitiba.

As ações estão inseridas no eixo ambiental da Semana de Voluntariado, que tem como meta a mobilização pela água e pelo meio ambiente, além de atender os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), dos quais a Sanepar é signatária.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.