Agora1

Dois novos promotores substitutos ingressam no Ministério Publico do Paraná

12 de março de 2019 - 11:56
Da assessoria/ Imagem divulgação

O Ministério Público do Paraná recebeu nesta segunda-feira, 11 de março, dois novos promotores substitutos: Heron Fonseca Chagas e Letícia Vieira Ladeira Arantes. A cerimônia de posse foi realizada no gabinete do procurador-geral de Justiça, no Bloco II da sede da instituição, em Curitiba, e contou com a participação de membros e servidores do MPPR, além de familiares e amigos dos empossados.

Conheça os novos promotores substitutos

O procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia, que presidiu a sessão solene, parabenizou os novos promotores, destacando o árduo concurso de provas e títulos em que foram aprovados. “Para o Ministério Público do Paraná, é de grande importância receber jovens idealistas tão preparados e dedicados, que almejam a transformação social e a melhoria de vida dos cidadãos brasileiros. Aliás, uma das funções do promotor de Justiça é fazer com que isso efetivamente aconteça”, salientou.

Ivonei Sfoggia agradeceu a presença dos familiares e afirmou que a posse é um momento de consagração de uma luta difícil, não apenas para os empossados, mas para todos os parentes e amigos que os cercam. Além de elogiar o esforço e a dedicação de Heron e Letícia, lembrou-os da responsabilidade intrínseca ao cargo que passam a ocupar. “É necessário que vocês estejam conscientes disso e que sejam promotores de Justiça 24 horas por dia, sempre tendo em mente o compromisso com a sociedade. Não se esqueçam das regras constitucionais e dos instrumentos que a legislação nos oferece para fazer com que algo de melhor seja feito neste país. Trabalhem todos os dias com muito afinco, comprometimento e cuidado, sempre pensando no ser humano”, frisou o procurador-geral. Ivonei acrescentou que o MPPR é uma instituição rígida, forte, firme, mas calorosa com as pessoas. “Sejam felizes e muito bem-vindos”, concluiu.

Cerimônia – Os empossados prestaram o compromisso legal ao assumir o cargo, e o promotor de Justiça Paulo Sérgio Markowicz de Lima, secretário do Conselho Superior do Ministério Público, leu o termo de posse, que foi assinado pelos novos integrantes. Representando a Associação Paranaense do Ministério Público (APMP), o promotor de Justiça Francisco Zanicotti, diretor-secretário da PGJ, deu as boas-vindas aos novos promotores, destacando que a APMP também está pronta para recebê-los.

Em sua fala, Zanicotti fez referência ao livro “The Power of Meaning”, da jornalista Emily Esfahani Smith. “A autora afirma em sua obra que não é a felicidade que faz a vida valer a pena, mas o sentido que damos a ela, e essa mensagem tem muito a ver com este momento”. O diretor-secretário citou os quatro pilares elencados pela autora, que, segundo ele, são perfeitamente aplicáveis à nova realidade dos empossados: pertencimento (os novos promotores passam a pertencer ao MPPR e trabalhar pelo povo); propósito (assumem o propósito de servir ao outro, de interferir na vida do outro positivamente); transcendência (precisam de tempo para si, tendo em vista o árduo trabalho que passam a desempenhar); e contação de histórias (são os autores da própria vida).

“Valores da República” – O promotor substituto Heron Fonseca Chagas fez o discurso de posse, destacando os inúmeros obstáculos ultrapassados para chegarem até o dia de hoje. Agradeceu a Deus pela conquista, reconheceu o apoio fundamental dos familiares e declarou: “Após tantos anos de luta persistindo na busca desse objetivo, teremos a honra de desempenhar a função para a qual possuímos vocação. Vocação mais elevada de construir uma sociedade mais livre, justa e solidária”. Heron ressaltou ainda a importância de fazer parte de uma instituição que tem o compromisso de promover os valores da República, “que marcam bem a distinção entre o espaço público e o espaço privado, respeitam as instituições, reconhecem o bem coletivo como bem maior, e são contrários a qualquer forma de sociedade aristocrática, de castas ou de qualquer distinção injustificada”, afirmou.

Autoridades – Também prestigiaram a cerimônia o corregedor-geral do Ministério Público do Paraná, Moacir Gonçalves Nogueira Neto, o ouvidor-geral da instituição, Ney Roberto Zanlorenzi, o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Eliezer Gomes da Silva, o procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto e os promotores de Justiça Fernando da Silva Mattos e Tiago Inforçatti Rodrigues.

Os novos promotores foram admitidos no último concurso público realizado pelo MPPR em 2017. A seleção teve 3.094 candidatos inscritos, dos quais 47 foram aprovados. Heron Fonseca Chagas e Letícia Vieira Ladeira Arantes foram nomeados para as comarcas de Colorado e Porecatu, respectivamente.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.