Agora1

Defesa Civil reforça bloqueio da rua Visconde de Itaboraí

10 de outubro de 2018 - 10:04
Interditada pela Defesa Civil em janeiro, rua segue bloqueada para acesso de veículos até conclusão de reparos em muro do prédio do IML

por Josué Teixeira

Interditada pela Defesa Civil em janeiro, rua segue bloqueada para acesso de veículos até conclusão de reparos em muro do prédio do IML

A Defesa Civil de Ponta Grossa – órgão vinculado à Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP)  reforçou, na tarde de hoje (09),  os bloqueios em parte da rua Visconde de Itaboraí, nos fundos do prédio do Instituto Médico Legal (IML), no bairro Nova Rússia.

A ação, que consistiu na instalação de manilhas para o fechamento da via, contou com o apoio da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte, além da Secretaria de Serviços Públicos e CPS.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Alessandro de Macedo, a medida tem como objetivo garantir a segurança dos moradores da região e evitar o tráfego e estacionamento de veículos próximo ao muro do IML, interditado pelo órgão desde janeiro desse ano devido ao risco de desmoronamento.

“Nós já realizamos a interdição do muro há alguns meses e fizemos a solicitação para que sejam feitos os reparos necessários para garantir a segurança da população. Por isso, pedimos o apoio dos cidadãos que moram na região, assim como os vizinhos do prédio, para que não estacionem seus veículos próximo àquele muro. Até a conclusão dos reparos e a consequente liberação total do tráfego, a rua deverá ser acessada somente pelos moradores para entrada e saída de suas casas”, explica Macedo.

Segundo o secretário da pasta de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), Ary Lovato, além da interdição, a Defesa Civil irá reforçar a orientação aos moradores da região sobre os cuidados necessários nos próximos dias.

“Nossas equipes da Defesa Civil também irão percorrer as casas orientando sobre os cuidados no local e como realizar a denúncia nos casos de cidadãos que insistem em estacionar próximo ao muro. Essa atividade é essencial, uma vez que foram feitos diversos fechamentos da via nos últimos meses com manilhas que acabavam sendo retiradas pelos motoristas.

Nossa preocupação é com todos os que passam pela região e estaremos atentos para intervir sempre que necessário”, conclui Lovato.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.