Agora1

Ciclone bomba se forma e provoca ventania no RS, SC e Paraná

14 de setembro de 2020 - 11:19
Imagem e informações Clima Tempo

Um ciclone bomba irá se formar sobre o mar, na altura da costa do Sul do Brasil, entre segunda e terça-feira, dias 14 e 15 de setembro. A expectativa é de fortes rajadas de vento sobre parte do Sul e do Sudeste, que podem chegar a 90km/h. Além disso, há risco de chuva forte na Região Sul.

Os modelos meteorológicos indicam a formação de um ciclone extratropical na costa da Região Sul na madrugada desta segunda-feira. Os ciclones extratropicais são áreas de baixa pressão atmosférica e são muito comuns na América do Sul. Em geral, estão associados a frentes frias.

No entanto, como é possível notar na imagem abaixo, a previsão é de que a pressão do ar caia de forma muito acentuada num curto período. Quando há queda de pressão de pelo menos 24hPa em 24 horas, forma-se o que chamamos de “ciclone bomba”. Esta situação não acontece sempre, e os meteorologistas ficam mais atentos quando notam que a pressão do ar está baixando muito rapidamente em um local, pois isto é sinal de ventania e tempestade.

Na Região Sul, com a formação do ciclone bomba, a expectativa é de fortes rajadas de vento entre segunda e terça-feira, que podem chegar a 60km/h no interior do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. No entanto, os ventos mais intensos, de até 90km/h se concentram entre o litoral norte gaúcho e a costa sul catarinense.

Durante o processo de formação do ciclone bomba, o mar ficará bastante agitado em áreas da costa da Região Sul, e há chance de ressaca no litoral sul de Santa Catarina.

Com relação à chuva, a expectativa é de que os maiores volumes sejam observados apenas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, principalmente entre terça e quarta-feira. No Paraná, a chuva será rápida e se concentra apenas no leste do estado.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.