Agora1

Boletim aponta para avanço de mais de 600% na produção animal na região

12 de março de 2019 - 11:48
Divulgação

da assessoria

Documento do Nerepp destaca avanço no valor oriundo da produção animal dos Campos Gerais

O Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas (Nerepp) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) divulgou um boletim que trata da produção animal nos Campos Gerais (para conferir o documento clique aqui). Assinado pelo professor Alysson Luiz Stege, docente do departamento de Economia da UEPG, o documento aponta para um crescimento no valor oriundo da produção animal na casa de 611% entre 2001 e 2017.

O boletim apresenta dados coletados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e organizados pelos pesquisadores. O documento traz ainda os valores de evolução para cada um dos produtos de origem animal. Em 2001, por exemplo, o valor da produção animal na região era de apenas R$ 121 mil e em 2017 essa cifra subiu para R$ 861 mil, crescimento superior a 600% – em 2016 a produção chegou a superar a marca de R$ 1 milhão.

O documento mostra que entre os anos de 2000 e 2017, o valor da produção pecuária de origem animal no estado do Paraná apresentou crescimento de aproximadamente 822%, passando de R$ 693, 5 milhões para R$ 6,4 bilhões de reais. “Olhando para os Campos Gerais, verifica-se que a região também apresentou um crescimento expressivo no setor”, destaca o docente.

Stege lembra que em 2000 este valor correspondia a R$ 124, 9 milhões, já em 2017 a cifra aumentou para R$ 861,3 milhões, aumento de aproximadamente 589%. “Este valor corresponde por aproximadamente a 17% do valor da produção agropecuária de todo o Paraná. Isso pode ser explicado devido aos menores custos de produção em relação aos outros países, ao aumento da demanda por alimentos tanto internamente quanto externamente, ao melhoramento genético bovino, a uma melhora na qualidade dos produtos oferecidos e ao melhoramento com relação aos aspectos sanitários e de produção”, avalia o professor.

O documento traz ainda uma tabela que apresenta a evolução no valor da produção pecuária de origem animal nos municípios pertencentes à região dos Campos Gerais. “Verifica-se que os municípios de Castro, Carambeí, Arapoti e Palmeira foram as cidades com maiores valores da Produção Pecuária de Origem Animal neste período”, destaca o docente.

Produto com maior crescimento

O boletim do Nerepp apresenta ainda dados sobre os produtos de origem animal mais comercializados no período, entre eles estão leite, ovos de galinha, ovos de codorna, mel de abelha, casulos do bicho-da-seda e lã. Os dados apresentados pelo professor mostram que o leite foi o produto com maior crescimento no período, saltando de uma produção de R$ 109 mil em 2000 para R$ 775 mil em 2017.

“O valor da produção da pecuária leiteira apresentou aumento em todos os municípios dos Campos Gerais entre os anos de 2000 e 2017, com exceção de Ponta Grossa e São João do Triunfo em que houve queda. Este aumento pode ser explicado pelas mudanças no ambiente tecnológico destes municípios, o que contribuiu para o melhoramento da produtividade desta atividade pecuária e, por sua vez, resultou em um aumento no valor da produção”, diz o docente.

Concentração na bacia leiteira

A observar a distribuição da produção leiteira entre os municípios, Alysson constatou que Castro, Carambeí e Arapoti concentram mais da metade dos valores produzidos no setor, tanto no ano de 2000 quanto no ano de 2017. “Esta concentração ocorre devido a Castro e Carambeí possuírem grandes empresas no ramo leiteiro, constituindo-se em uma das principais bacias produtoras de leite do país”, esclarece o docente.

Diferentes documentos produzidos pelo Núcleo

O Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas produz uma série de boletins e documentos que tratam de diferentes versões da economia regional. Os documentos avaliam, por exemplo, o desempenho do mercado de trabalho, da balança internacional e a dinâmica do PIB (Produto Interno Bruto) na região. Todos os boletins podem ser conferidos clicando aqui.

 

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.