Agora1

Selo Social fecha parceria com empresa para produzir show acessível para surdos

26 de setembro de 2018 - 19:40
Divulgação

Por Ana Bitencourt Maravieski

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Políticas Públicas Sociais (SMPPS) – programa Selo Social –, vem trabalhando junto à Associação de Apoio, Atendimento e Assessoramento à Comunidade Surda e a Escola de Educação Bilíngue para Surdos Geny Jesus Souza Ribas (ACAp Geny Ribas) para executar uma ação de inclusão social. O projeto ‘Essa Música sou Eu’, que será lançado em breve, tem como intuito a realização de um show acessível para surdos no fim deste ano.

“Comecei a pesquisar sobre esse tipo de ação e me deparei com poucas informações. Vi que em Goiânia um cantor gravou o DVD em libras porque a mãe dele era surda, então, pensei que seria bacana a realização de shows acessíveis, em um primeiro momento na ACAp Geny Ribas, mas também pensamos em expandir para CRAS, como forma de terapia, interação, respeito e até mesmo para desenvolver novos talentos”, explica a coordenadora do Selo Social, Amanda Costa.

Tentando viabilizar a atividade, uma equipe do programa entrou em contato com o Escritório da T – empresa que agencia o cantor Caio Silveira e o compositor Jairo Delgado –. Os artistas aceitaram participar da ação e visitaram a instituição na última semana. As pessoas assistidas na ACAp Geny Ribas vão aprender duas músicas do Caio, e o Jairo vai compor outra letra sobre a vivência e rotina da pessoa surda.

“O interprete terá que ler a letra, analisar o contexto e depois vai passar para os alunos e às pessoas atendidas na instituição”, completa Amanda. O cantor Caio Silveira acredita na relevância da canção. “A música não precisa ser ouvida para ser sentida, por isso, em um primeiro momento é importante termos uma proximidade com as pessoas assistidas no local para realizarmos essa ação”, declara Silveira. Já Jairo Delgado afirma estar entusiasmado com a atividade. “Sou compositor e estou abraçando este projeto, gostei bastante da ideia porque me desafiou, por ser diferente. Vou levar a música para uma camada de pessoas que não tem vivência por serem surdos”, comenta Delgado.

Dia Nacional do Surdo

Hoje (26) é o Dia Nacional do Surdo e a assistente social e responsável técnica do Centro-Dia da Associação de Apoio, Atendimento e Assessoramento à Comunidade Surda e a Escola de Educação Bilíngue para Surdos Geny Jesus Souza Ribas (ACAp Geny Ribas), Larissa Machado Janiaki, explica a rotina da instituição. “Aqui na instituição trabalhamos com todas as faixas etárias, desde bebês até a terceira idade. Ensinamos a língua de sinais, prestamos todo o tipo de assistência, contemplamos os atendimentos de dentista, psicólogo, fonoaudiólogo e também trabalhamos com a escola bilíngue”, diz Larissa.

Para a coordenadora pedagógica da ACAp Geny Ribas, Rosana Ribas Machado, é importante à comunidade conhecer a cultura surda. “Ficamos felizes pelo contato, ainda mais porque poderemos mostrar à população um pouco do cotidiano das pessoas que são surdas”, aborda Rosana.

Segundo a secretária de Políticas Públicas Sociais, Simone Kaminski Oliveira, a data é simbólica. “É importantíssimo que façamos a reflexão sobre os direitos e a inclusão da pessoa surda, ainda mais no dia em alusão aos surdos. Por isso fico muito feliz em desenvolver esse projeto, assim valorizamos a cultura surda e realizamos a inclusão social desse público”, finaliza Simone.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.