Agora1

Flamengo e Corinthians na Libertadores; saiba mais!

18 de maio de 2022 - 07:45
Reprodução

Flamengo vence Universidad Católica por 3 a 0 e avança à próxima fase da CONMEBOL Libertadores

Willian Arão, Everton Ribeiro e Pedro marcaram os gols rubro-negros no Maracanã

Na quinta rodada da fase de grupos da Libertadores, o Flamengo venceu o Universidad Católica por 3 a 0 na noite desta terça-feira (17), no Maracanã. Com o resultado, o Mais Querido garante a classificação para as oitavas de final do torneio e a primeira colocação no Grupo H.

O jogo – A partida começou nervosa, com o Flamengo demonstrando muita vontade. Logo aos 4 minutos, Everton Ribeiro deu passe espetacular para Gabi, o atacante rubro-negro saiu de frente para o gol mas teve a finalização defendida pelo goleiro adversário. A primeira ação ofensiva do Mengão.

Foto: Gilvan de Souza / CRF

Não demorou muito e o Mais Querido abriu o placar. Em cobrança de escanteio, Arrascaeta colocou a bola na cabeça de Willian Arão, e a dupla que já havia conectado duas vezes na última partida, foi feliz mais uma vez. Arão cabeceou no cantinho e tirou o zero do placar: 1 a 0.

Apesar do gol no início, o ritmo não diminuiu. Ayrton Lucas infiltrou a área com muita velocidade e sofreu forte carga, a arbitragem mandou o jogo seguir. Na sequência, Bruno Henrique chutou por cima.

O Flamengo trocava passes no campo ofensivo e dominava as ações do jogo. Andreas chegou com perigo, tabelou com Gabi e finalizou, o goleiro adversário fez boa defesa e jogou para escanteio. Na cobrança, a zaga afastou.

Em outra bela trama, Gabi saiu da área e serviu Bruno Henrique por cima. O atacante rubro-negro cabeceou e a bola saiu raspando o travessão. Arrascaeta foi o próximo, o Uruguaio recebeu na entrada da área, ajeitou e finalizou. O chute foi desviado antes de chegar no gol, mas tinha endereço.

O Mais Querido trabalhava a bola com paciência; e aos 38’, após bela troca de passes, Matheuzinho levantou para Bruno Henrique, o atacante Rubro-Negro subiu e devolveu a bola para o meio da área, Everton Ribeiro entrou e conferiu para aumentar o placar no Maracanã: 2 a 0.

Gabi ainda teve a chance de fazer o terceiro nos momentos finais do primeiro tempo, mas parou em boa defesa do goleiro adversário.

No início da segunda etapa, a equipe adversária saiu para o ataque, mas a defesa rubro-negra resistiu e logo o Flamengo retomou o controle do jogo. Matheuzinho recebeu belo lançamento de Rodrigo Caio, desceu pelo corredor direito e cruzou rasteiro para Gabi, o artilheiro se esticou todo e por pouco não ampliou o placar.

Na sequência do segundo tempo, o Flamengo continuou pressionando. Arrascaeta e Pedro tiveram chances dentro da grande área, mas o Uruguaio finalizou para fora e o atacante parou no goleiro adversário.

Pedro insistiu, e aos 44’ recebeu a bola na área, driblou duas vezes o marcador e finalizou com muita categoria para fazer o terceiro do Flamengo na partida: 3 a 0.  O belo gol do artilheiro reverência deu números finais à partida.

O Rubro-Negro volta a campo no próximo sábado (21), para enfrentar o Goiás, às 16h30, no Maracanã. O confronto é válido pela sétima rodada do Brasileirão.

Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Corinthians empata em 1 a 1 contra o Boca Juniors na La Bombonera e mantém liderança no grupo E

O Corinthians encarou a equipe do Boca Juniors-ARG nesta terça-feira (17), no Estádio La Bombonera, em Buenos Aires. Em uma partida nervosa de ambas as equipes, o resultado foi um empate em 1 a 1.

No primeiro tempo, Du Queiroz abriu o placar, marcando seu primeiro gol profissional.

A equipe argentina empatou no final do primeiro tempo e deixou o jogo muito nervoso na segunda etapa. O Timão começou o segundo tempo bem, porém, após a expulsão de Cantillo e também do técnico Vítor Pereira, a partida ficou mais difícil para o Alvinegro.

O Time do Povo somou um ponto importantíssimo para o decorrer da competição. O Corinthians continua sendo líder do Grupo E, com oito pontos. A próxima partida do Timão na CONMEBOL Libertadores ocorre no próximo dia 26 de maio, na Neo Química Arena, contra a equipe boliviana do Always Ready.

Primeiro Tempo

A primeira etapa começou com as duas equipes se estudando. No segundo minuto de jogo, o Boca foi ao ataque, com um chute pelo lado direito, mas a bola passou longe, sem perigo à meta do goleiro Cássio, e nos primeiros 10 minutos de jogo foi só isso que aconteceu.

Gol do Corinthians!!! Aos 15 minutos, em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Du Queiroz e a bola entrou no canto esquerdo do goleiro adversário, 1 a 0.

Aos 21 minutos, o atacante Jô recebeu cartão amarelo, após entrada no adversário. Aos 27, em outra cobrança de escanteio, o Timão chegou novamente com perigo, em cabeçada de João Victor. O Boca chegou com perigo. Em um contra-ataque, aos 28 minutos, o atacante da equipe argentina chutou na entrada da área, mas a bola foi por cima do gol.

Que salvada do Raul! Em novo contra-ataque, aos 34 minutos, o atacante do Boca chegou cara a cara com Cássio, mas Raul Gustavo chegou a tempo para tirar a bola sem falta. Mais uma chegada do adversário.

Aos 37 minutos, os argentinos chegaram mais uma vez ao ataque, mas o chute saiu à esquerda do gol de Cássio.

Aos 41 minutos, o Boca Juniors empatou o jogo, 1 a 1. O árbitro deu um minuto de acréscimo e nada aconteceu neste período, fim de primeiro tempo, 1 a 1.

Segundo Tempo

A etapa final iniciou sem nenhuma alteração no Alvinegro a princípio. No primeiro minuto, Robson recebeu cartão amarelo após cometer uma falta no adversário. Aos quatro minutos, Cássio salva o Corinthians! Após saída de bola errada, o atacante do Boca ficou cara a cara com o GIGANTE e o camisa 12 do Timão mandou a bola para escanteio.

Aos 10 minutos, mudança tripla no Corinthians: saíram: Maycon, Robson e Willian; entraram: Cantillo, Gustavo Mantuan e Renato Augusto.

Aos 14 minutos, Renato Augusto recebeu cartão amarelo. O Timão ficou nervoso e Mantuan, aos 19 minutos, também tomou cartão amarelo. Raul também foi amarelado, após confusão com os jogadores do Boca.

Aos 23 minutos, em outra confusão generalizada, o árbitro deu cartão vermelho para Cantillo e para o técnico Vítor Pereira. Os jogadores do Timão argumentaram que um dos jogadores do time argentino também deveria ser expulso, o que não aconteceu.

A bola voltou a rolar apenas aos 29 minutos.

No minuto 32 da segunda etapa, o Corinthians mexeu mais uma vez: saiu Lucas Piton e entrou o zagueiro Gil. A última mexida do Timão ocorreu aos 35 minutos: saiu Jô e entrou Júnior Moraes.

O Boca chegou ao ataque mais uma vez, aos 41 minutos, o jogador argentino arriscou na entrada da área, mas a bola foi por cima do gol de Cássio. O árbitro deu sete minutos de acréscimo. Aos 46 minutos, a equipe argentina chegou mais uma vez: em uma cabeçada de frente para o gol, a bola foi para fora e levou muito perigo. O lateral Fábio Santos recebeu cartão amarelo aos 48 minutos.

O árbitro encerra a partida, 1 a 1. O Corinthians soma oito pontos no grupo E da CONMEBOL Libertadores e fecha a primeira fase, contra o Always Ready-BOL, na Neo Química Arena, no dia 26 de maio.

Próximo Jogo

O próximo jogo do Timão será contra o São Paulo, no clássico Majestoso, no próximo domingo (22), às 16h, na Neo Química Arena. A partida é válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.