Agora1

O que esperar para a temporada 2021 da NBA?

2 de dezembro de 2020 - 14:29

Após todo um período de indefinições, a NBA 2021 começará oficialmente em 22 de dezembro, e promete muitas emoções. Como mudanças, serão 10 jogos a menos na temporada regular, passando de 82 para 72 partidas.

Outra novidade é que teremos uma repescagem para definir as últimas vagas para os playoffs de cada conferência, envolvendo equipes que estiverem entre a 7ª e 10ª posição.
Antes da bola subir, as equipes vêm se movimentando bastante, e podemos esperar uma temporada de 2021 com muitos candidatos ao título, o que é muito bom para os fãs de basquete e também para as apostas esportivas.

Confira abaixo as principais equipes após as movimentações iniciais!

Atual campeão, Lakers se movimenta bem, e rivalidade em LA cresce!

Após conquistar o título na temporada passada, o LA Lakers teve algumas mudanças. Howard e Danny Green deixaram a equipe e foram para o Philadelphia, Cook foi dispensado e Bradley acertou com o Miami Heat.

Em contrapartida, a equipe acertou com Wesley Matthews, dos Bucks; com o 2º melhor 6º homem de 2020, Dennis Schröder, do OKC; o melhor 6º homem da liga, Montrezl Harrell, do rival Clippers, além do veterano Marc Gasol, que estava no Toronto Raptors.

Para responder a altura, o time do LA Clippers buscou Ibaka, também dos Raptors, reforçando o seu garrafão. Com a mudança de lado de Harrell, a rivalidade entre as equipes ficou ainda maior, já que ele era um símbolo de raça na franquia que defendeu nos últimos anos.

Pelicans e Boston reforçam o garrafão

Pelicans e Boston tem muita coisa em comum. Ambos são equipes promissoras, com jovens talentosos e que devem se destacar ainda mais em 2021. Para completar as semelhanças, os dois lados buscaram novos pivôs, e mandaram muito bem.

O time de New Orleans acertou com Steven Adams, do OKC, que chega para comandar a posição 5. Do outro lado, Boston acertou com Tristan Thompson, após rápida passagem pelos Cavaliers.

Miami e Philadelphia apostam na manutenção e em alguns reforços

A equipe do Miami Heat chegou ao vice-campeonato em 2020, mas agora busca acertar os detalhes que faltaram. O primeiro passo foi renovar com os principais nomes, como Dragic. Como reforço, a equipe buscou Bradley, dos Lakers, que chega para agregar ao banco de reservas.

O Philadelphia 76ers também manteve a sua base. A única saída significativa foi a de Al Horford, mas para o seu lugar chegou o motivado Dwight Howard, além do marcador e atirador de três, Danny Green, ambos dos Lakers.

GSW sofre com novas lesões

No GSW, a equipe esperava contar com o retorno dos lesionados Curry e Thompson, e então voltar a figurar entre as principais franquias. Porém, com uma nova lesão do ala-armador, o mesmo deve perder novamente a temporada.
Sem Thompson o nível cai, mas com Curry, Green e a chegada de Kelly Oubre Jr. E do jovem draftado, James Wiseman, Golden State deve ao menos incomodar os adversários e ir para os playoffs.

Nets conta com retorno de lesionados e sonha com Harden

O Brooklyn Nets é uma das equipes mais aguardadas para a temporada. Com o retorno (ou chegada) dos lesionados Kyrie Irving e Kevin Durant, que finalmente formarão uma dupla, a franquia se credencia para brigar pelo título.
Ainda existe a possibilidade de tudo isso virar um Big 3, com a chegada de James Harden, mas a negociação com os Rockets não é fácil.

O último ano do grego em Milwaukee?

Na busca por reforços para tentar convencer Giannis Antetokounmpo a renovar, ou quem sabe conquistar um título nesta temporada, o Milwaukee Bucks acabou deixando nomes úteis do banco de lado, perdendo Wes, Eric Bledsoe e George Hill.
Em contrapartida, um nome de peso se junta a equipe, Jrue Holiday, dos Pelicans. Ainda podemos ter novas movimentações da franquia, que se mostra um pouco “desesperada” para dar um time ainda maior a Antetokounmpo.

Atlanta e Suns podem surpreender!

Por fim, duas equipes que são menos faladas, mas que se movimentaram muito bem. Atlanta já contava com Young e Capela, e conseguiu aderir ao seu elenco nomes como Rajon Rondo, Bogdan Bogdanović, e Danilo Gallinari.

Do outro lado, o melhor time na bolha da NBA, Phoenix Suns, que trouxe Jae Crowder e Chris Paul, que agora se juntam a Dario Saric e Devin Booker para formar uma equipe interessante.

Ambos não devem brigar por título, mas tem altas probabilidades de figurarem nos playoffs, endurecendo os jogos contra as principais franquias da NBA.

Flize Tecnologia
...