Agora1

Homem que ateou fogo em carro com criança e mulher dentro é preso no Paraná

10 de abril de 2019 - 11:09
Reprodução

O homem que agrediu a mulher grávida e colocou a enteada, de 4 anos, dentro de um carro e ateou fogo foi preso em flagrante pela Polícia Militar em Boa Ventura de São Roque. A situação aconteceu na tarde de terça-feira (9), na localidade do Passa Quatro, interior de Turvo.

De acordo com a PM, Danilo Geraldo Ferreira, de 28 anos foi encontrado na rua Alexandre Forquevicz, saída para localidade de Rio do Grisse. O homem estava sem camisa e com queimaduras na barriga e nos braços, e confirmou ter ateado fogo no carro. Após atendimento médico na UPA Batel, ele foi encaminhado para 14ª SDP. As informações são da Rádio Educadora FM103,9.

O carro GM Corsa Super prata, com placas de Blumenau (Santa Catarina) foi recolhido ao pátio da Delegacia de Polícia Civil de Turvo. O crime ocorreu em uma estrada rural do município. De acordo com relato da vítima, de 26 anos, ela foi casada com o agressor por aproximadamente dois anos e a família morava em Santa Catarina. A mulher afirmou que era agredida fisicamente com frequência, motivo pelo qual resolveu se separar e voltar a morar com a mãe em Turvo.

Segundo a PM, na tentativa de reatar com a mulher, o marido viajou até o município. Ele saiu com a jovem e a criança, filha da vítima de outro relacionamento, para fazer compras. No retorno, o rapaz parou o carro na estrada e com uma arma de fogo ameaçou a mulher e a filha dela de morte caso não reatasse a relação.

A mulher contou que foi agredida, mas conseguiu sair do carro e pedir ajuda a um homem que passava pelo local. De acordo com a vítima, o marido pegou dois galões de gasolina do porta-malas, ateou fogo no carro, travando as portas com a criança dentro, e fugiu em direção a um matagal.

Com a ajuda de outra pessoa, a mulher conseguiu retirar a filha do carro tomado pelas chamas. As duas foram socorridas e atendidas no hospital Bom Pastor de Turvo. A menina foi transferida para um hospital em Curitiba, devido às queimaduras sofridas. A arma não foi encontrada pela polícia.

Colaboração Rádio Educadora FM103,9

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.