Agora1

117 fuzis são apreendidos na casa de amigo do suspeito de atirar em Marielle Franco

12 de março de 2019 - 21:25
Foto: Reprodução/Polícia Civil

ASCOM – Assessoria de Comunicação

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) realizou hoje (12/03) a maior apreensão de fuzis da história da Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol).

Os agentes apreenderam peças para montagem de 117 fuzis (com exceção dos canos), 500 munições e três silenciadores, além de R$112 mil em dinheiro.

De acordo com a especializada, as armas foram apreendidas na casa de Alexandre Motta Souza, amigo do policial militar Ronnie Lessa, apontado como autor dos disparos que vitimaram a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. Foram encontrados R$50 mil na casa dos pais do policial e R$62 mil dentro do carro dele.

A apreensão faz parte da Operação Lume que cumpriu dois mandados de prisão e 34 de busca e apreensão, resultado da investigações que apura a morte da vereadora e o motorista.

Redação Agora1
Equipe de redação do Portal Agora1. Gostaria de nos informar algo? Entre em contato! Clique aqui e nos envie um e-mail agora mesmo.